Compras no Paraguai (Cidade do Leste) – dicas, acertos e erros

É praticamente impossível viajar a passeio em Foz do Iguaçu sem tirar algum tempo para atravessar a ponte da amizade e fazer compras em Cidade do Leste, no Paraguai. Os preços geralmente são muito atraentes, e para aproveitar a ida, você acabará adquirindo tanto o que precisa como o que não precisa muito, para não perder a chance. Por isso elaborei este texto para tentar te auxiliar o máximo possível a fazer boas compras e evitar cair em possíveis roubadas. Este texto está separado em 3 partes: antes, durante e após as compras no Paraguai.

paraguai-foz-do-iguacu-shopping

1) Antes

Antes de ir ao Paraguai, o primeiro item relevante é saber que você estará em um lugar onde existe todo tipo de gente, todo tipo de preço e todo tipo de qualidade. Por isso é crucial levar anotado exatamente o que vai comprar, onde vai comprar e o valor que vai pagar. Existem bons sites para pesquisar preços e lugares, como comprasparaguai e comprasnoparaguai. É importante levar os preços anotados, pois caso o preço do produto sofra alteração, você tem mais argumentos para chorar um desconto, alegando que antes custava outro preço. Em alguns casos dá certo, em outros não.

Uma dica importante é sempre fazer os planos B para o que vai comprar. Suponhamos que você vai comprar uma máquina fotográfica, e ao pesquisar nos sites acima, tenha anotado que vai comprar o item abaixo:

Camera Sony DSC WX-50 16.2 3D na loja megaeletronicos por 104 dólares

É bem possível que você chegue na loja e o item esteja em falta. Daí você vai virar para o vendedor e pedir alguma outra câmera que tenha funcionalidade semelhante, certo? O nosso amigo vendedor simplesmente vai te mostrar as câmeras que estão à venda e te dizer para escolher outra máquina, ou seja, o fluxo de vendas ali é muito rápido, os vendedores não se importam muito em conhecer os produtos para tentar vendê-los, eles apenas emitem os pedidos de venda. Por isso é importante efetuar boas pesquisas em casa, caso o seu produto favorito esteja em falta, você já tem anotado outro correspondente, que custa tal preço em tal lugar.

E por último, se você vai para o Paraguai com tudo anotado, seja o que vai comprar, onde vai comprar e o que vai pagar, precisa saber antecipadamente onde é confiável comprar. Você vai encontrar textos de diversos blogueiros alegando que pelo menos um item que você comprar no Paraguai não vai funcionar. Esta frase é verdade apenas para quem se arrisca comprando em lugares menos confiáveis. Por isso, fiz uma lista de algumas lojas que passaram pelo meu “pente fino”, ou seja, que possuem bom preço e qualidade. Apenas para dar um pouco mais de credibilidade na minha lista, eu sou do tipo de pessoa que tem paciência de perguntar o preço do mesmo produto em 30 lojas antes de comprar, por isso pode acreditar, lá dentro do Paraguai as lojas que serão mencionadas abaixo são bastante competitivas em preço, e possuem confiabilidade acima da média.

Dica: na maioria das lojas mencionadas abaixo, você pode baixar a lista de preços no site, onde esta contém todos os preços em Dólar de todos os produtos que a loja em questão vende. Usei muito estas listas de preços para ver exatamente o que cada loja vendia, e até para conhecer produtos novos.

a) Megaeletronicos (http://www.megaeletronicos.com) – excelente loja, com preços extremamente competitivos e alta confiabilidade. O foco desta loja é basicamente celulares, câmeras, cartões de memória, filmadoras, receptores, entre outros. Para comprar celular e câmera digital, não achei lugar melhor e mais barato do que esta loja;

b) Master10 (http://www.master10.com) – a mais completa loja de informática do Paraguai. Vende excelentes mochilas da Targus, memórias, processadores, placas mãe, notebooks. Esta loja também possui ótimos preços nos SSDs e placas de vídeo;

c) Alborada (http://www.alboradainfo.com/empresa.php) – outra ótima loja de informática do Paraguai. Quando fui, os preços de HDs externos nesta loja eram imbatíveis.

d) Charme (http://www.charmeperfumeria.com/charme/) – excelente perfumaria, com ótimos preços e alta confiabilidade. Perfumes como Dolce Gabbana, Animale e 212 estavam com preços muito competitivos nesta loja;

e) Macedônia (http://www.macedonianet.com.br/home/) – outra ótima opção para comprar perfumes. Esta loja tem mais respaldo que a Charme, porém os preços geralmente são um pouquinho mais caros;

f) Play Game (http://www.playgame.com.py/empresa) – loja especializada em games. Para o que eu estava buscando em games, achei os preços ótimos e o acervo da loja é bem grande;

g) World Music (http://www.worldmusic.com.py/?cont=contacto) – ótima loja para comprar instrumentos, amplificadores, pedais ou acessórios. Comprei minha placa de aúdio externa lá, e quase caí de costas quando ouvi o preço de um cubo Fender que estava interessado, o preço estava excelente.

Existem diversas outras lojas decentes para roupas, calçados, relógios, entre outros. A melhor dica que posso dar é buscar comprar em lojas que são especializadas no que você está buscando. Lá no Paraguai é muito comum ver lojas que vendem de tudo, perfumaria vendendo eletrônicos, loja de eletrônicos vendendo tênis, etc… além de ser mais caro, não possuem skill no assunto e não testam, logo não compre! Se quer perfume, vai em uma loja específica de perfumes, é mais barato e mais confiável. Se quer um HD externo, vá em uma loja específica de informática, é mais barato e mais confiável. Se quer um jogo de videogame, vá em uma loja específica de games, etc..

Observação: lojas como compubras, monalisa e navenet também são confiáveis, só não estavam muito competitivas em preço, para pelo menos para os produtos que eu estava procurando.

2) Durante

O horário comercial em Cidade do Leste é das 07:00 até às 16:00. Lembrando que o fuso horário do Paraguai é 1 hora a menos em horário normal, e 2 horas a menos em horário de verão. Para atravessar a divisa dos dois países pela Ponte da Amizade e ir até lá, você pode ir de carro, de van, de coletivo, de táxi ou a pé. Caso esteja hospedado em um hotel na região central de Foz do Iguaçu, a melhor opção é ir de coletivo (mesmo estando de carro). Basta pagar R$ 4,00 e o coletivo atravessará a ponte e te deixará lá dentro da cidade, no meio das lojas. Você provavelmente não vai esperar muito, a cada 10 minutos passa um coletivo para o Paraguai. Caso esteja hospedado em um hotel mais afastado onde não passa coletivo, e caso você não esteja de carro, a melhor opção é ir de van. As vans buscam e deixam no hotel, e geralmente cobram cerca de R$ 25,00 por pessoa, para ida e volta. Mas cuidado, escolha vans que fornecem a opção de um horário flexível de retorno, pois algumas marcam um horário fixo de retorno, e pode ser pouco ou muito tempo para você. Caso esteja de carro e hospedado onde não passa coletivo para o Paraguai, vá de carro até a ponte da amizade, deixe-o em algum estacionamento (cerca de R$ 15,00 para estacionar) e atravesse a ponte a pé. Caso queira atravessar a ponte da amizade e entrar de carro no Paraguai, só faça isso se conhecer algum lugar de confiança por lá para deixar o carro, caso contrário poderá ter problemas.

Bom, já dentro do Paraguai, a realidade é que mesmo com um mapa nas mãos, você vai se perder facilmente no meio de tanta gente e loja. Quando menciono “se perder”, não estou dizendo que você não saberá voltar ao Brasil, pois tudo o que você vai comprar não estará distante mais do que 4 ou 5 quadras. Mas se perder no sentido de não saber onde ficam as lojas que está buscando para comprar os produtos que anotou (só para você ter uma idéia, nessas 4 ou 5 quadras devem ter pelo menos 500 estabelecimentos comerciais). Por isso, é importante primeiramente saber por alto onde ficam as lojas que você vai buscar seus produtos, por exemplo: as lojas master10 e alborada ficam no Shopping Lai Lai, as lojas Charme, World Music e Play Game ficam na Galeria Jebai Center, etc.. isso é importante porque se precisar perguntar a alguém, poucos sabem qual loja é a World Music, mas todos sabem onde fica a Galeria Jebai Center. Por falar em perguntar, uma dica extremamente importante: NÃO CONVERSE COM NINGUÉM NAS RUAS. Se precisar de informações, entre em alguma loja e pergunte a algum funcionário. As pessoas que estão nas ruas não são nem um pouco confiáveis, e se você falar que quer comprar algo, vão querer te levar em alguma loja que eles possuem parceria, para tirar o percentual deles. Para isso, vão ficar andando junto com você, te incomodando, e se visualizarem você comprando em loja concorrente, podem gritar, xingar, etc.. por isso finja que não existe gente na rua, não fale nada com eles (se não conseguir, fale apenas “não, obrigado”). E claro, não compre nada nas ruas, absolutamente nada. Valorize seu dinheiro, não seja excessivamente presunçoso em comprar algo um pouco mais barato nas ruas para depois o produto em questão não funcionar ou se estragar facilmente.

Sobre a confiabilidade dos produtos, os perfumes geralmente vêm lacrados em caixa e plástico, agora pelo menos os eletrônicos devem ser testados, todos sem exceção. Depois que você paga e retira o produto, além deste, eles te entregam um recibo de entrega, e não falam mais nada. Pergunte para o entregador onde testa o produto (geralmente o local para teste é em frente o local da entrega) e vá lá testar, não se dê por convencido enquanto não ver seu produto funcionando certinho. Lojas como master10 e megaeletronicos geralmente concedem 3 meses de garantia, mas como um turista vai fazer para ir lá e trocar se for preciso? Mesmo com 3 meses, a loja está em outro país, não vão buscar sua mercadoria no Brasil. Outro detalhe relevante sobre lojas é que, se a loja te oferecer entregar a mercadoria no seu hotel em Foz do Iguaçu, fique com os dois pés atrás. Não estou dizendo apenas por causa da mercadoria, que você vai pagar e testar apenas em Foz, mas sim por causa da procedência da loja, que está te oferecendo algo ilegal. Se ela faz isso, não é difícil presumir que pode vender porcaria que não funciona ou com qualidade duvidosa.

Provavelmente na primeira vez em que você for no Paraguai, vai ficar lá por pelo menos umas 4 horas, pois mesmo com tudo anotado, você vai passear, olhar bastante, se perder no meio de tanta loja, perguntar muitos preços, etc.. por isso, se precisar tomar água ou ir no banheiro, vá na loja megaeletrônicos, que possui bebedor e banheiro decentes. Evite comprar água, refrigerante ou comida no Paraguai, você vai perceber que exceto algumas lojas (megaeletronicos, monalisa e shopping del este), não estará em um ambiente nada higiênico. Leve umas barrinhas na sua bolsa para comer caso sinta fome.

Outra dica é com relação à moeda para pagar as suas compras. Geralmente, as lojas aceitam receber tanto em Dólar quanto em Real. Então você pode comprar Dólar nas casas de câmbio do Brasil (não compre Dólar no Paraguai em hipótese alguma) e pagar nesta moeda lá dentro do Paraguai, ou se preferir, pagar na nossa moeda (Real). A minha experiência foi que, em alguns casos compensou pagar em Real e em outros compensou pagar em Dólar. Isso ocorreu devido ao fato de cada loja possuir o seu valor de câmbio, por exemplo, a loja Charme fazia a conversão do Dólar para Real por R$ 2,08, enquanto que a Master10 fazia a conversão por R$ 2,12. Como o câmbio em Foz do Iguaçu estava R$ 2,10 (loja de câmbio do Shopping JL Cataratas), compensava pagar em Real na loja Charme, e pagar em Dólar na Master10. Mas se você for comprar pouco, acho que vale a pena pagar tudo em Real mesmo, pois se você terminar todas as compras e sobrar Dólar na sua carteira, você provavelmente precisará vendê-lo depois para as casas de câmbio, e lá em Foz do Iguaçu estas estavam comprando o Dólar por R$ 2,02, ou seja, para cada Dólar devolvido, você iria perder 8 centavos.

Continuando com o Dólar, uma boa dica é comparar o preço do Dólar vendido nas casas de câmbio da sua cidade com os preços vendidos nas casas de câmbio de Foz do Iguaçu, pode-se encontrar diferenças de até 10 centavos. Se houver diferenças desta natureza, vale a pena já ir para Foz com os dólares na carteira. Também consulte o preço do Dólar nos sites das lojas do Paraguai, geralmente é mostrado na tela inicial o valor de câmbio que cada loja está aplicando. Segue abaixo os dados da casa de câmbio do Shopping de Foz para consultas:


Frontur Turismo e Câmbio (Loja 04)
Av. Costa e Silva, 185 – Loja 125 – Cataratas JL Shopping – Polo Centro – CEP: 85.863-000
Telefone: 3027-6965 / Site: http://www.frontur.com.br

Caso você seja uma pessoa que não está muito acostumada a andar com dinheiro na carteira, não se preocupe tanto com isso no Paraguai, todo mundo que está por lá anda com dólares e mais dólares na carteira, e nem por isso é tão perigoso. Apenas siga regras básicas de segurança: carteira no bolso da frente, leve apenas identidade e dinheiro, deixe o restante no hotel, não ande fora do centro comercial de Cidade do Leste, evite ir e voltar a pé pela ponte (prefira coletivo ou van), não vá para o Paraguai com camisetas de times de futebol ou roupas chamativas.

Por último, lembre-se: você está em outro país, não precisa se comportar como se estivesse com medo de tudo, mas evite problemas, fale apenas o essencial e somente dentro de lojas.

3) Depois

Agora é a hora da verdade: você fez suas comprinhas, e quer voltar com elas para o Brasil, certo? Acontece que tem uma tal de Receita Federal que faz fiscalização em pelo menos 3 lugares: na Ponte da Amizade, na rodovia perto de Foz (entre São Miguel do Iguaçu e Medianeira) e no Aeroporto de Foz. E a Receita Federal pode te obrigar a pagar impostos caso o somatório dos itens comprados excedam o valor máximo da cota por pessoa, e se não pagar, as mercadorias serão confiscadas. Por isso, serão explicados os procedimentos, e o que deve ser feito para não se dar mal. Para tentar entender melhor como funciona a fiscalização, eu cheguei até a ir na Receita Federal de Foz do Iguaçu para perguntar e ter todas as informações certinhas para não correr maiores riscos, e poder ajudar quem deseja ir e efetuar suas compras.

Duas observações relevantes:

a) As dicas que serão mencionadas abaixo são úteis apenas para quem vai efetuar compras como Turistas. Uma coisa é você levar um eletrônico de presente para o seu pai, ou um perfume pra sua mãe, outra é trazer encomendas para os outros. Evite ao máximo fazer isso, você pode entrar em uma fria e ainda ser obrigado a ressarcir a pessoa que o encomendou. Entenda que sacoleiros correm muitos riscos de perder mercadoria, essa é a vida deles. Se quiser entender melhor, vá até a Receita Federal de Foz do Iguaçu, todo dia têm pelo menos 1 ônibus parado por lá cheio de sacoleiros que tiveram suas mercadorias confiscadas. E estes ficam lá esperando para tentar retirá-las, mesmo se for preciso pagar um valor alto de imposto. Você é apenas um turista, então compre como um turista;

b) Tome muito cuidado com dicas de terceiros sobre a Receita Federal, impostos, cotas. Algumas das leis que vou mencionar abaixo são novas, e existe muita gente desinformada, você faz uma pergunta e cada um concede uma resposta diferente. Por isso é extremamente importante compilar todas as informações abaixo e entender direitinho como funcionam as regras, e obviamente tirar suas dúvidas em fontes mais confiáveis, como o próprio site da Receita Federal – Link;

Primeiramente, a cota para comprar isento de imposto no Paraguai, na Argentina, ou em qualquer outro país por via terrestre, é de 300 dólares por pessoa. Essa cota só pode ser utilizada 1 vez por mês. Menores de 14 anos não possuem direito à cota, ou seja, se foram para o Paraguai o papai, a mamãe e duas crianças, esta família só poderá comprar 600 dólares isentos de impostos. E o pior, cada produto pertence apenas a uma pessoa, ou seja, se você comprou um notebook de 600 dólares, mesmo que sua esposa não tenha comprado absolutamente nada, você precisará pagar o imposto sobre o excedente da sua cota, pois não tem como alegar que o notebook é seu e dela. O cálculo do imposto é simples, é cobrado basicamente 50% sobre o valor excedente, ou seja, se comprou um notebook de 600 dólares, pagará 150 dólares de imposto (50% sobre os 300 dólares que excederam da sua cota) apenas sobre este notebook. O imposto pode ser pago no Banco do Brasil ali pertinho mesmo da ponte da amizade, a Receita Federal vai emitir um documento chamado DBA (Declaração de Bagagem Acompanhada) para este produto, e o mesmo será liberado. Com isso, caso seja parado na alfândega do Aeroporto ou nas rodovias, basta apresentar a DBA do produto, que este estará absolutamente legalizado. Quando o valor total das suas compras não excedem os 300 dólares, não é necessário emitir DBA para os produtos, pois se o somatório das suas compras está dentro da cota, é automaticamente considerado legal no Brasil. Geralmente os funcionários da Receita Federal possuem uma tabela de preços, então eles conseguem saber se você está ou não dentro da cota, por isso se por exemplo, você comprou um HD externo e uma placa no Paraguai, e o total não excede os 300 dólares (segundo os valores da tabela da Receita), caso seja parado, basta dizer na Alfândega ou na rodovia que não excedeu os 300 dólares, por isso não precisou fazer o documento DBA. Também é extremamente importante levar nota fiscal dos produtos de valor que você comprou no Brasil e porventura estejam incluídos na sua bagagem, ou seja, se implicarem com seu ultrabook caríssimo que você comprou no Brasil, leve nota fiscal para evitar ficar sem ele.

Então, a lógica da Receita Federal é bem simples: você pode ir no Paraguai à vontade e quantas vezes quiser, pode comprar qualquer produto que te interessar, desde que não seja nada ilícito (consultar site receita, Link) ou em quantidades que não qualifiquem revenda. E de brinde, deverá pagar 50% de imposto sobre o que exceder da sua cota mensal de compras, que é de 300 dólares. E é exatamente esse o problema, pois os turistas brasileiros geralmente vislumbram com os preços e querem comprar bem mais do que 300 dólares, mas ao mesmo tempo não querem pagar o bendito imposto para a Tia Dilma. Então o que você verá abaixo são dicas e o que fazer para conseguir trazer um pouquinho a mais e pagar menos impostos.

Observação: os turistas gringos que vão para Foz passeiam apenas em destinos turísticos como as cataratas, a itaipu, o parque das aves e o templo budista. O Paraguai em nada interessa para eles, pois eles não são trouxas como nós brasileiros de pagar o absurdo de imposto que pagamos sobre os produtos.

Bom, voltando ao assunto, os espertinhos provavelmente já devem ter raciocinado algo do tipo: então basta eu ir no Paraguai um monte de vezes e trazer apenas 300 dólares toda vez? A resposta é não, pois a cada vez que você voltar do Paraguai, a Receita Federal irá te cadastrar eletronicamente, para caso você voltar novamente dentro do mês, eles saberão que você já comprou, por isso irá cobrar o imposto sobre toda a sua mercadoria. Por exemplo, suponhamos que você vá hoje no Paraguai e compre um HD externo de 130 dólares. Ao passar na Ponte da Amizade, a Receita Federal vai te parar, ver que você tem apenas um HD e que está dentro da cota. Logo, vão pedir apenas que você vá até um balcão ao lado e efetue seu cadastro. O rapaz vai pedir sua identidade e te cadastrar. Agora suponhamos que você volte daqui 20 dias e compre uma placa de 160 dólares. A Receita vai fazer o mesmo procedimento, pedir apenas para você cadastrar. Contudo, ao visualizarem que você já foi cadastrado dentro do mês, vão alegar que você já usou a cota e consequentemente irão cobrar 80 dólares de imposto sobre esta placa, sem dó nem piedade. Mesmo se você alegar que tinha gasto até então apenas 130 dólares dentro do mês, isso não irá importar, se foi cadastrado significa que usou a cota, não importa o valor. Você só se livrará do imposto se por um bug do sistema o seu cadastro não foi feito, ou se o sistema estiver fora do ar.

Baseado no que foi dito, então o ideal é não ser parado pela Receita Federal na Ponte da Amizade, logo não ser cadastrado? A resposta é sim e não. Se você for cadastrado, o lado ruim é que se você voltar a comprar dentro de 30 dias, obrigatoriamente pagará imposto, mesmo se estiver dentro da cota. Agora o lado bom é que se for parado pela Receita Federal na rodovia ou na alfândega, dizer que foi cadastrado é um bom argumento, pois vão conferir no sistema que você foi cadastrado, logo você terá ao menos um voto de confiança que as mercadorias compradas foram verificadas pela Receita Federal na Ponte da Amizade. Então o que muitos turistas fazem é dividir suas compras em 2 ou 3 idas no Paraguai, e deixar para ser cadastrado apenas na última compra, tentando passar a primeira ou a segunda vez na ponte da amizade sem ser parado, voltando de táxi ou van, que são parados em menor quantidade. Se você atravessar a Ponte da Amizade de coletivo ou a pé, caso esteja com sacolas de eletrônicos, certamente será abordado pela Receita Federal, precisará cadastrar e consequentemente pagar o imposto, caso tenha excedido o limite mensal de compras.

Sobre a abordagem da Receita Federal na Ponte da Amizade, geralmente vão ver as suas sacolas, se forem poucos os itens comprados e com valor muito baixo, geralmente eles deixam passar, agora se notarem que as compras foram de maior valor, por exemplo, visualizarem um videogame, alguns jogos e perfumes, eles certamente vão pedir apenas para cadastrar, e se visualizarem muitos eletrônicos caros, como 2 notebooks e 3 videogames, certamente vão somar o valor de todos os itens e calcular o imposto para você pagar (e também irão te cadastrar). Com isso, podemos perceber que se você for um pouco discreto, nenhum fiscal da Receita Federal vai ficar com uma calculadora na mão somando tudo e vendo se suas compras excederam, eles apenas olham por alto o que você comprou. Os fiscais da Receita Federal também não costumam olham muito o que tem em bolsas de mulheres, caixas e mochilas, eles olham bem por alto apenas o compartimento principal de cada um. O que os turistas mais espertos geralmente fazem é dividir as compras nas sacolas, ou seja, se comprou um celular, joga a caixa fora lá no Paraguai mesmo e coloca no bolso da calça. Se comprou uma máquina fotográfica, joga a caixa fora, compra uma bolsinha pra ela e fica com ela na mão. Se comprou perfume, joga a caixa fora e coloca na bolsa da mulher. Se vai comprar tênis, leva um bem velho, compra o novo e já calça ele (jogando o velho fora), se vai comprar um relógio, coloque no braço. Tudo isso será considerado como uso pessoal e não entrará na cota. Apenas não abuse, colocando 10 perfumes na bolsa e 2 relógios no braço, pois podem notar e incluir o excedente na cota. Coloque alguns eletrônicos na mochila, outros em sacola mesmo. Se comprou muitos itens pequenos, coloque dentro de uma caixa, para parecer um item apenas. Se você não estiver com um volume de itens muito chamativo, os funcionários da Receita Federal não vão ficar abrindo caixa, ou olhando mochilas em detalhes ou abrindo bolsas de mulheres. Eles apenas olham o que tem nas sacolas e nos compartimentos principais das mochilas e fazem algumas perguntas, como “você é de foz?” (praticamente tanto faz a resposta, vão mandar cadastrar), “quanto você comprou?”(geralmente respondem 300 e poucos dólares, mesmo que a compra tenha ficado o dobro ou o triplo deste valor). Geralmente também não implicam muito com perfumes e roupas, desde que você não traga em grandes quantidades. Com isso, às vezes você comprou até mais de 1000 dólares, e dividiu tanto as suas compras que o fiscal da Receita Federal vai julgar que você comprou pouco, logo apenas vai te cadastrar. Agora, se você comprou um eletrônico caro e que não cabe no bolso (por exemplo um Notebook), e conseguiu passar da Ponte da Amizade sem pagar o imposto, você poderá correr maiores riscos, pois se for parado pela Receita Federal nas rodovias ou na alfândega, você não conseguirá argumentar que está dentro da cota. Claro que você vai jogar a caixa fora, encher o notebook de fotos, colocar seu perfil de usuário, etc… mas e se o funcionário da Receita não for com a sua cara, e exigir a DBA do produto ou a nota fiscal provando que foi comprado no Brasil? Nesse caso, talvez seria interessante considerar pagar o imposto do produto. Comprar alguns eletrônicos baratos é até tranquilo, porque você divide eles em vários lugares dando a impressão que não gastou tanto, agora comprar um único eletrônico que todo mundo sabe que é caro e ainda por cima não é pequeno, certamente é mais arriscado.

Observação: pode ser esdrúxulo ou até desonesto da minha parte em falar que você vai comprar um celular, jogar a caixa fora, ligá-lo e colocar no bolso, mas entenda uma coisa: a Receita criou as regras para inibir revenda, se você joga a caixa fora e começa a usar o produto, fica muito claro para a Receita que você não irá revender, que é para você. Agora se você leva o produto na caixa, não tem como ela saber se é para você ou se você vai revender, por isso vai tributar.

Agora, se você preferir trazer um monte de coisas do Paraguai e voltar de Táxi para correr menos riscos de ser parado, você pode até vencer a barreira da Ponte da Amizade, mas lembre-se, ainda têm a Receita Federal na estrada e na Alfândega do Aeroporto, e lá eles não mandam pagar imposto, eles “apenas” confiscam os produtos. A Receita Federal que fica na estrada, entre São Miguel do Iguaçu e Medianeira é bem rígida. Com exceção da bolsa da mulher e o bolso da sua calça, eles olham praticamente tudo, seja mala, sacola, compartimentos do seu carro, colocam as malas no chão, reviram. Claro que eles não chegam com calculadora somando, mas se ficar muito explícito que você excedeu demais a cota e não pagou imposto, vão confiscar. Agora se você não foi parado pela Receita nos primeiros 60 km de estrada saindo de Foz do Iguaçu, pode ficar mais tranquilo que o restante do caminho é mais monitorado pela Polícia Rodoviária, que até pergunta e revira suas coisas, mas procuram apenas sacoleiro, bandido e quem está ilegal com o carro e/ou a habilitação. Por isso, deixe alguns produtos com caixa, outros sem, coloque alguns perfumes na mala, outros na bolsa, outros em sacola, divida as coisas e os deixe com dúvida se aquilo é novo ou não. De forma alguma acumule as compras em apenas um lugar, e também deixe algumas poucas caixas, porque ninguém vai acreditar que você foi passear em Foz e não trouxe nada do Paraguai. Lembrando, ir no Paraguai não é ilegal, comprar no Paraguai não é ilegal, ilegal é exceder a cota sem pagar imposto, ilegal é trazer muitas unidades do mesmo produto, ilegal é trazer armas, drogas, pneus, excesso de cigarros e bebidas, etc.. e se for somar o que você comprou centavo por centavo, vão ficar meia hora apenas te fiscalizando, por isso olham apenas por alto para ter certeza que você não é sacoleiro, nem bandido e nem turista que excedeu muito a cota.

E se por acaso você for parado na rodovia, aja com naturalidade e tente ser sincero em tudo o que perguntarem para evitar levantar suspeitas, o que fica ainda pior. Lembre-se que dividir mercadorias nas bagagens e no carro não é o mesmo que esconder, por isso não esconda as compras, não tenha comportamentos de sacoleiro, senão os fiscais da Receita Federal irão te tratar como um deles, o que poderá ficar pior. Por exemplo, se comprou dois jogos de 50 dólares cada, coloque-os na bolsa ou na porta do carro, pois dificilmente olham essa parte do carro, focam mais no bagageiro. Mas se virem e perguntarem, responda que comprou, mas fale um preço um pouco mais baixo. Se te perguntarem de onde vêm e para onde está indo, responda a verdade, porque vão ficar dando sequência nas perguntas para ver se você sustenta o que disse antes, e se desconfiarem, aí irão olhar tudo e colocarem um olhar ainda mais clínico em você e nas suas coisas. Só para dar um exemplo, na volta de Foz, fui parado pela Polícia Rodoviária em Maringá. O policial apenas perguntou de onde eu vinha, pediu os documentos, e pediu para eu abrir o bagageiro. Se convenceu de que eu era turista e deixou eu ir. Depois disso, chegamos até Presidente Prudente e paramos para dormir por lá, e seguimos viagem no outro dia. Ao chegar em São José do Rio Preto, fomos novamente parados pela Polícia Rodoviária. O policial me perguntou de onde eu estava vindo, e respondi sem pensar “Presidente Prudente”. Daí ele perguntou o que eu fui fazer nesta cidade, se estava visitando alguém ou algo do tipo. Enrolei um pouco para responder, e respondi que parei lá apenas para dormir, porque estava voltando de Foz. No mesmo instante em que disse isso, o policial guardou a minha habilitação e o documento do veículo no seu bolso, e revirou todo o carro, bolsa, mala, ele até levantou o banco de trás para conferir a numeração do chassi, porque como eu não respondi inicialmente que era Foz, ele desconfiou que eu estava escondendo algo. Enquanto ele fazia isso, o outro policial começou a me questionar o que fui fazer em Foz, perguntou dos passeios, etc.. e como viram que eu conseguia articular bem as respostas, já que eu não estava mentindo, foram aos poucos ficando mais calmos. No final, vendo que eu era apenas um turista assustado no meio da estrada, o policial “nervosinho” ficou todo “amiguinho”, viu o volante que comprei no Paraguai e até perguntou quanto eu paguei, como vou montar o cockpit dele para jogar, por quanto achei no Brasil, se era bom mesmo, etc… Por isso é bom ser sincero e objetivo.

Concluindo, devo dizer que por um lado é muito bom ir no Paraguai, você provavelmente vai pagar metade do preço vendido pela internet no Brasil em praticamente tudo o que precisar comprar. Por outro lado, se você conhece bem alguma área, seja informática, games, roupas, perfumes, ou qualquer outra coisa, você saberá o que é original e o que é pirata, com isso ficará revoltado como eu fiquei, ao ver alguns produtos originais no Paraguai custando metade do preço praticado no Brasil, e fará as mesmas perguntas que eu fiz: por que pagamos o dobro do preço no Brasil se é exatamente a mesma mercadoria? Se tivéssemos um pouquinho mais de consciência na carga tributária exorbitante que pagamos, e com isso cobrássemos mais o governo, quem sabe todo esse sofrimento para comprar o que você precisa por um preço um pouco mais justo poderia ser evitado.

Obs: Por favor, não enviem perguntas envolvendo revenda! Nestes casos, sua pergunta não aparecerá no blog, tampouco será respondida.

About these ads

About CarlosEduardoXP

Especialista em desenvolvimento de Sistemas Distribuídos, sempre aplicando boas práticas e padrões difundidos na comunidade. Auto didata, fanático por refatoração e performance, sempre buscando reutilização e testes automatizados cada vez mais eficazes.
This entry was posted in Software Development. Bookmark the permalink.

340 Responses to Compras no Paraguai (Cidade do Leste) – dicas, acertos e erros

  1. jrdu2000 says:

    Ola amigo,
    Sou de Curitiba e vou a foz no próximo mês cuidar de alguns assuntos pessoais , pretendo trazer do paraguaí um IPHONE 5 (algo em torno de 750 obamas) uma unica unidade para uso pessoal , aqui no Brasil custa aproximadamente R$ 2500,00 ou seja a diferença compensa e muito. Não pretendo pagar imposto , vou colocar os acessórios no bolso junto com o aparelho e jogar a caixa fora , pelo que você viu la da pra passar numa boa ? Revista pessoal eles não fazem né ? Pretendo a ponte passar caminhando …..

  2. Vinícius says:

    Existe algum e-mail para que eu possa falar com você?

  3. fernando says:

    cara fiquei impressionado com suas dicas parabens pelo blog e continue assim

  4. Pingback: [OficialMOB] Compras Paraguai: lojas, conselhos, hoteis...

  5. Kadu says:

    Opa! Muito bom o texto! Vou a Foz e quero aproveitar e passar um dia lá no Paraguai. E realmente é de ficar revoltado o preço que é cobrado aqui! Obrigado pelas dicas!

  6. Rafael says:

    Boa tarde amigo.
    Estarei indo dia 12 de julho em uma visita técnica em Itaipu, com a faculdade onde estudo. Não vou deixar de dar um pulo no Paraguai. Gostaria de compra um instrumento musical….uma caixa da pearl….custa em média 500 dólares. Ai está….alguma dica de como eu deva proceder? Arriscar a volta sem pagar o imposto?

    • Rafael, eu pagaria o imposto. Sei que o cubo não é tão caro e talvez você passaria da ponte com ele sem problemas, pela pequena quantidade e preço, mas é volumoso demais e chama muita atenção.

      • Rafael says:

        Muito obrigado pela ajuda Carlos….não seria um cubo de guita ou baixo….mas sim uma caixa de bateria de 14″ por 6,5″. Essa abordagem das pessoas no retorno para Foz sempre ocorre?

  7. Ah, é relativo. Você está levando pouco, provavelmente vão apenas te cadastrar na ponte. No aeroporto, se pararem, verão que você apenas foi cadastrado e está tudo certo.

  8. willians dantas says:

    bom dia carlos , me tira uma duvida a receita federal da ponte tem ligação direta com o aeroporto p saber se a pessoa foi cadastrado com o valor da cota ou apenas com a apresentação das nf no aeroporto a pessoa está liberada para prosseguir sua viajem .

    • A receita tem como visualizar no aeroporto e na rodovia se você foi cadastrado porque o sistema é integrado, mas se verem que você está com pouca mercadoria, nem vão se dar ao trabalho de averiguar mais detalhadamente, porque não precisa de DBA quando se está dentro da cota. De qualquer forma, eu particularmente faço questão de ser cadastrado, porque é a atitude mais correta. Se você não foi cadastrado, ou fugiu da receita na ponte ou não comprou nada.

  9. Parabéns pelo texto amigo ajudou muito!

  10. Felipe says:

    meu nome é Felipe sou da cidade de Bauru-sp ,Carlos muito obrigado pelas dicas elas iram me ajudar bastante na minha primeira viagem para o paraguai, que Deus te abençoe cada vez mais obrigado….valeu

  11. Luca says:

    Carlos, parabéns pelo blog e obrigado pelas dicas! Tenho algumas dúvidas: Os fiscais pedem a nota fiscal do produto comprado? e se pedir é só falar que não tem nota? E em relação a forma de pagar; existe muitas lojas que aceitam cartão internacional? E eles cobram algo a mais no uso dele como nas funções credito e débito? Obrigado!

    • Vamos lá:

      1) Os fiscais da receita podem pedir dois tipos de documento: nota fiscal de produtos que você comprou no Brasil mas levou para Foz, e DBA para o que você comprou no Paraguai. As notas fiscais do Paraguai não possuem valor algum para a Receita. Mas, tanto nota fiscal quanto DBA, eles só vão pedir para produtos caros e que não cabem no bolso, como notebooks, projetores, home theater e receiver, etc… se você está com alguns produtos baratos, e a quantidade não é exagerada, certamente não vão se importar com isso;

      2) Eu não pagaria com cartão de crédito no Paraguai nem se fosse loja de amigo meu. Quando é cartão, eles cobram em guaranis, e fazem uma conversão maluca, que eu não entendi nada. Se quer tentar a sorte, beleza.. mas eu não confio, ainda mais por lá. Melhor levar dólar, ou pagar em Real mesmo caso a compra seja barata (até uns $ 500).

  12. Rafael says:

    ótimas informações Carlos! Uma última pergunta….Como é que os fiscais da receita sabem se eu vou retornar por terra ou ar? Posso dizer que vou retornar de avião só para garantir a a cota de 500 dólares?

    • Você somente possui direito a 500 dólares se o seu vôo for internacional, ou seja, se o avião pousar lá em Ciudad Del Este. Então se o vôo é internacional, você não precisa atravessar ponte da amizade, e a alfândega do Brasil saberá que você está vindo em um vôo do Paraguai.

      Agora vôo para Foz e viagem de carro, são 300 dólares.

  13. Daisy says:

    Carlos, tem alguma dica de lojas para roupas e relogios?

    • Monaliza. Os preços não são tão baratos, mas a confiabilidade é bem acima da média. Mas se você domina bem o assunto, relógio e roupa vende em todo lugar por lá, tem lojas de renome vendendo tênis e relógios no Jebai.

  14. Rafael says:

    Carlos….te incomodando novamente….já que falaste em lojas….sabes algumas sobre instrumentos musicais? Só achei a musical center, mas como é mais afastada gostaria de saber se existem outras.

  15. Carmem says:

    Carlos, boa tarde. Vou p/ Foz e claro, vou até o Paraguai. Vou levar um tablet. Pergunta: Qdo eu retornar, preciso apresentar a NF para comprovar que o comprei no Brasil e assim não somar na cota de U$ 300?

  16. parabens cara…tirou muitas duvidas minhas …principalmente pq quero trazer um iphone 5 de lá e tava com duvida quanto a cota….obrigado mesmo…

  17. Jefferson says:

    Tenho uma duvida em relação a Cambio , sou de são paulo , gostaria de saber se compensa comprar por aqui , e se é a mesma moeda aceita lá ou tem diferenças de dolar , vejo o pessoal falando em dolar turistico , coisa e tal , é onde entra minha duvida , pois hoje 01/07 ainda consta 2,33 o valor cotado lá , será quem tem diferença aqui tanto no valor como nas cédulas ? Obrigado.

    • Existem algumas séries de dólares que são mais antigas, como as séries CB e AB, consequentemente é mais fácil a prática de falsificação. Com isso, algumas lojas do Paraguai não aceitam essas séries. Por isso que ninguém recomenda comprar dólares no Paraguai, pois algumas casas de câmbio não possuem boa fama nesse aspecto.

      Sobre a sua preocupação, recomendo você ligar em uma casa de câmbio de Foz (no texto do blog tem o telefone da casa de câmbio do Shopping de Foz) e perguntar qual é a série que eles vendem, e procure pela mesma em SP.

  18. Carlos says:

    Bom dia.. De todas as dicas em que pesquisei na internet, as suas foram as que melhor esclarecem as duvidas… Gostaria de saber que dica vc daria para mim q estou querendo comprar um notebook, um hd externo e dois celulares.. Pelas minhas contas tudo vai ficar em torno de 1000 dolares.. Como vc axa q devo proceder? Oq devo falar q é de uso pessoal e oq devo cadastrar ?? Sou do interior de SP, devo comprar dolar aq ou deixo para fazer isso por la em Foz

    • Carlos says:

      vi q vc ja respondeu respeito da compra de dolar em uma pergunta antes da minha

    • Se for analisar o que é certo, você deveria pagar o imposto excedente de tudo. Mas, celular o pessoal coloca no bolso, hd externo é muito pouco chamativo, logo tirar da caixa e colocar em um lugar secundário da mochila não chama a atenção. Agora o notebook, aí é a grande questão. Na ponte da amizade, alguns fiscais da receita podem apenas pedir para você cadastrar, outros podem pedir para você pagar o imposto excedente apenas dele (já que celulares e hd não chamarão a atenção).

      Se mandarem pagar o imposto do note na ponte, aí você pode ficar tranquilo com toda a sua compra, pode ser parado 1000 vezes q não terá problema, mesmo não tendo pago o imposto dos celulares e do hd.

      Se você não pagar o imposto do note, você pode ter problemas na rodovia ou na alfândega, mas como é apenas 1 note, e pelo visto ele nem é muito caro, a maioria dos fiscais possivelmente deixarão passar.

  19. Grazi says:

    E sobre as compras com cartão de credito internacional no Paraguai?

    • Grazi, é praticamente consenso geral entre todo mundo a preferência de pagar com dinheiro, tendo em vista que lá não é confiável. Pagamentos por cartão costumam ser feitos em Guaranis, e podem te enganar no valor. Talvez você ache uma loja mais confiável para pagar com cartão, como a Monaliza, mas pode ter certeza que é uma exceção à regra.

  20. Kleber A. Furtado says:

    Sem palavras para agradecer a este conteúdo tão rico. Sou de Cuiabá-MT, estou programando férias com minha esposa e uma visitinha ao Paraguay está no planejamento. Este texto se encaixou perfeitamente… PARABÉNS CARA!

  21. Carlos Renato says:

    Grande Carlos!
    Sensacional seu texto e dicas. Congrats!
    Sem querer abusar, tem uma dica de loja de tênis e artigos esportivos?
    Absssss.

    • Brother, no Jebai vai achar lojas muito boas de tênis e artigos esportivos. Não recordo dos nomes porque não foram meus itens de compra na última vez que fui, mas se você conhece bem o assunto, estará em casa.

  22. Carlos ,
    Sensacional seu texto suas dicas, muito obrigado por compartilhar suas dicas conosco, principalmente para nós que estamos viajando pela 1 vez. Estou viajando hj a noite para Foz e gostaria de comprar uma duas lentes e um flash para minha Nikon…agora como faço !!?? Atravesso e levo o corpo da máquina sem as lentes dentro da bolsa e volto com as lentes e o flash tudo junto alegando uso pessoal !!! ?? Qual seria melhor opção !!??? Se pude me ajudar lhe agradeceria muito !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    • Se você tem nota fiscal da máquina, leva para o Paraguai a máquina sem lente e flash e a nota. Lá no Paraguai coloca a lente e o flash na máquina e volta com ela montadinha. Se o fiscal da receita perguntar, mostra a nota e pronto, resolvido.

      O fiscal da receita nunca que vai abrir sua máquina e olhar peça por peça se é novo ou não. O tempo que ele perderia com um turista como você faria um monte de sacoleiros passarem de Táxi levando milhares de dólares em compras sem pagar imposto.

  23. joao paulo says:

    OI CARLOS, CARA DEMAIS SUAS DICAS!
    GOSTARIA DE SABER SE VIU ALGUMA LOJA ESPECIALIZADA EM PESCA EM SUAS ANDANÇAS? MUITO OBRIGADO!

    • Brother, vi mas vou confessar: passei reto porque não entendo nada do assunto. Procura no site de comprasnoparaguai os itens que deseja, certamente vai encontrar. Grande abraço

  24. ca says:

    Boa noite! Uma pergunta que pode ser meio ridícula, mããããns lá vai: O tipo de carro influencia na hora de ser parado pela fiscalização? Eu tenho uma saveiro… e está em meu nome… td certinho… mas me disseram que camionetes seriam mais visadas… Estou pensando em ir com o carro da minha mãe… e nesse caso, preciso de algum documento.. alguma autorização, já que o carro está no nome dela? pra finalizar, muitas pessoas vão até lá e compram pneus, isso é muito complicado de fazer? preciso entrar lá dentro de carro ou eles fazem isso de outra maneira… Vou pra lá agora em agosto… Muito obrigada! :D Excelentes informações! Salvou minha viagem!

    • O que mais influencia certamente é a placa do carro. Se for de cidade distante, tem mais chances de ser parado. Mas isso não quer dizer que um carro com placa de Foz ou de Medianeira não vai ser parado. Sobre autorização, não precisa. O carro é da sua mãe, então certamente você estará com o documento do carro e a sua habilitação. Se perguntarem algo, na sua identidade têm escrito o nome da sua mãe, então fica tranquilo.

      Sobre pneus, é proibido de trazer, portanto nunca procurei me informar, mas já escutei gente dizer que entra de carro no Paraguai com os 4 pneus carecas, e volta com os 4 pneus novos. E os 4 pneus carecas são jogados fora lá no Paraguai mesmo. Mas lembrando, procure se informar como estacionar carro no Paraguai, muitos lugares não são confiáveis por lá.

  25. leticia says:

    Olá, vou para o Paraguai no próximo mês e pretendo comprar uma câmera que custa $800 (passando da cota da Receita Federal). Gostaria de saber qual a melhor forma de passar pela divisa sem ter que pagar por essa diferença. Obrigada!

    • Por não ser um item volumoso, geralmente é mais tranquilo. Tente dividir o produto, por ex: tirar o flash, a lente, etc.. e colocar um em cada lugar. Caixa esquece, fica lá no Paraguai.

      • Icaro Muniz says:

        Carlos, tô na situação semelhante à da Leticia aí. Bom, vi em outros blogs e num vídeo da receita que “Câmeras, Relógios de Pulso e Celulares” não entram nessa cota dos U$ 300.00 se forem em 1 unidade. Têm isenção. Ou seja, a pessoa pode comprar 1 câmera, 1 relógio de pulso, 1 celular e + U$ 300.00 de qualquer coisa, e ainda estará tudo certo. E ressaltaram que não entra nessa isenção Tablets e Filmadoras. Mas fiquei em dúvida com relação a essas câmeras Semi-Profissionais (DSLR) que custam mais ou menos esses U$ 800.00… Pois elas filmam também, em alta qualidade. Alguém sabe se rola isenção mesmo ou não? Letícia, você provavelmente já foi ao Paraguai depois de escrever esse comentário. Sabe de algo? Obrigado!

  26. MARCIO says:

    OLA CARLOS, GOSTARIA DE SABER COMO FICA O RETORNO PRA SAO PAULO DE ONIBUS OU TIPO QUEM VAI POR AGENCIA DE TURISMO ( CVC ) OBRIGADO.

    • Não entendi bem a sua pergunta, mas se for com relação à receita, o ônibus pode ser parado como qualquer outro. Talvez a única vantagem é que como o ônibus é da CVC, os fiscais sabem que é ônibus de turista e não de sacoleiro. Mas de qualquer forma não muda muito, podem parar e revistar as bagagens do mesmo jeito.

  27. João Vitor Panisson says:

    Carlos seu blog é realmente incrível.Adorei!

  28. Tiago says:

    Bom dia Carlos, Quanto a segurança no paraguai, é tranquilo? Pois vou com minha esposa e filha de 5 anos, posso ir tranquilo para lá?

    • Se eu estivesse com um filho de 5 anos, seguiria os procedimentos abaixo:

      1) Ir e voltar de coletivo para correr menores riscos (não ir de a pé ou táxi);

      2) Não conversar com ninguém nas ruas, e desgrudar da mão da criança apenas dentro de lojas mais confiáveis (não conversar nas ruas e nem desgrudar da criança, pois o local é muito movimentado);

      3) Não sair da faixa das lojas de Cidade do Leste, procurar andar nas 5 quadras perto da ponte.

      No mais é um lugar “relativamente” tranquilo, só não pode dar bobeira, porque tem todo tipo de gente, inclusive os pega-bobo.

      • Dhea says:

        Boa noite Carlos,
        Primeiramente, gostaria de parabeniza-lo pelas suas dica. Em relação ao uso do taxi para retornar do paraguai para foz, você considera perigoso? Não acha muito pior usar o coletivo?

      • Se estamos considerando um marinheiro de primeira viagem, o táxi escolhido de forma aleatória e sem indicação alguma é sim mais perigoso. Os ônibus são meros transportes públicos, bem dificilmente escutamos de assalto, não é comum. Agora táxi é particular e de Paraguaio, e alguns não são confiáveis. Tenho conhecidos que já foram assaltados porque o taxista facilitou, mercadoria que sumiu, porque o Taxista ajuda a esconder no carro, e às vezes dá uma de esperto, etc…

        Agora quem é acostumado a ir tem seus taxistas de maior confiança. Daí fica tranquilo

  29. Bruna says:

    Boa noite Carlos,
    gostaria de fazer uma pergunta, estou querendo ir ao paraguai comprar dois computadores da Apple e gostaria de saber se vc conhecea loja Cell Eletronicos, caso a conheça se acha ela confiavel para compras?
    Desde já obrigada.

  30. Oi Carlos, estou indo essa semana pra Foz e pretendo levar a minha câmera pra tirar fotos por lá. óbvio que vou ao paraguai fazer compras. Acontece que minha câmera é bem cara e estou com medo deles me pararem na BR. Eu não tenho a nota dela…e não queria ficar sem fotos! Você acha que devo arriscar ou não levo a máquina?

    • Eu levaria se a câmera estiver depreciada ao ponto de ser muito fácil de perceber que não se trata de uma câmera nova, porque nesse ponto a maioria dos fiscais possuem bom senso. Agora se ela estiver muito nova e conservada, eu ficaria com os dois pés atrás. É claro que câmera é uso pessoal, você provavelmente tem um monte de fotos antigas dentro dela, mas é possível (não provável) que exijam a nota.

  31. Daniel says:

    Olá
    Carlos vim para Foz em família, cada um com seu notebook e celular e acabei comprando no Paraguai um iPad, não fui parado na ponte, mas estou com medo de ser parado na rodovia, nenhum dos notes esta com nota fiscal e não estou querendo me desfazer da caixa do iPad. Você acha que se eles acharem todos esses eletrônicos, mesmo mostrando fotos nossas e outras coisas pessoais nos mesmos eles podem confiscar?

    • Olha Daniel, em condições normais, tudo vai do bom senso. Se os notes já mostram sinais de que estão depreciados, dificilmente vão confiscar, ainda mais que vocês devem ter toneladas de arquivos antigos armazenados nele. Quem mais está correndo risco nessa história é o iPad, que claramente excede a cota. Mas se virem 3, 4 pessoas em um carro e apenas um iPad na caixa, podem usar também o bom senso.

      Resumindo: você corre algum risco com o iPad. Já os notebooks, estando depreciados e você mantendo a calma para explicar, ligar e mostrar que é usado, dificilmente vão confiscar.

  32. luana says:

    Oi Carlos , adorei suas dicas … preciso trazer 1 macbook e tablet do paraguai nao importo com caixa entao estava pensando em atravessar com os 2 produtos na bolsa qual o meio de locomoção mais segura e sem precisar declarar os produtos .

    muito obrigada

    • Luana, é difícil, porque o tablet na sua bolsa até dá para “entender” como uso pessoal, agora o macbook vai ser difícil. Se te pararem na ponte vão pedir pelo menos o cadastro. Na estrada/aeroporto, podem confiscar por verem que não está depreciado, mas você colocando muitos arquivos antigos e explicando, talvez deixem passar.

      Mas lembrando, é um pouco arriscado.

  33. Erica Barros says:

    Olá, adorei suas dicas!!! Estou indo a Foz em agosto e suas dicas foram muito valiosas pra minha viagem!!! Ouvi dizer q tem um duty free no lado argentino q tem preços semelhantes aos dos aeroportos (pós-embarque internacional), vc sabe aonde (qual cidade) fica esse duty free??? Chegou a ir lá? Sabe dizer se é melhor comprar perfumes lá do q nas lojas do Paraguai?? Obrigada!

    • Érica, a Duty Free Shop fica poucos metros após a ponte que separa o Brasil da Argentina. É uma boa loja, os preços geralmente são mais baratos que no Brasil, contudo mais caros que no Paraguai. Um perfume que custa $50 no Paraguai, vai custar cerca de $70 na Duty Free Shop.

      Resultado, não compramos quase nada por lá, mas é um bom local para se conhecer, pois é muito bonito tanto por fora como por dentro.

  34. jeferson says:

    ola amigo…muito boa sua expicaçao…eu estou pra ir dia 20 de agosto pra paris…guai
    kkkkkkk, pretendo montar um bom pc por la…processador ,video, placa mae, memoria, fonte, gabinete hd e gravado…tudo vai dar cerca de uns 1000 dolares, qual a sua dica para eu passar depercebido em relaçao ao imposto ??? eu vou poder declarar uns 600 dolares, ja que vou com minha namorada para la , entao dividimos as peças…

    • Processador e memória cabem no bolso, só nessa conversa você já elimina pelo menos uns 300 dólares da sua compra. O resto você divide com a sua esposa e passa tranquilo tanto na ponte como na estrada.

  35. Dani says:

    Carlos, o seu blog é incrível, dicas bem valiosas! Ajudou muitas pessoas, tenha certeza disso!Vou fazer turismo em Foz no próximo mês e darei um pulinho no Paraguai pela primeira vez. Você me indica a loja charme para compras de perfume e linha de tratamento para cabelos? Quero comprar produtos originais e com preços mais acessíveis.Comprando uns 3 perfumes e uns 2 cremes de cabelo, passa fácil pela receita? Obrigada!

    • A Charme é uma ótima opção para perfumes. Eles também vendem cremes, mas não sei te dizer o quão competitivos são em preços/qualidade. De qualquer forma, opção é o que não irá faltar, você vai entrar em uma galeria como o Jebai e ter 20 lugares para vender o que precisa. Basta ter paciência e conhecimento do assunto (diferenciar qualidade), que irá se sair bem.

      Sobre a receita, 3 perfumes e 2 cremes não é absolutamente nada para eles. Não irá ter o menor problema.

  36. Erica Barros says:

    Vc tem alguma dica de loja pra comprar relógio?

  37. Leonardo says:

    Bom dia Carlos,
    Tenho a intenção de trazer duas caixas de vinho para meu casamento, qual a dica? Mesmo que não seja parado, informo a receita do que estou portando, para não correr risco de ser parado na estrada durante a volta?
    Tenho uma arma de airsoft e gostaria de comprar outra, vi que la vende-se muito isso..mesmo sendo para esporte e não oferecer risco por nao utilizar de munição letal, posso passar com ela tranquilo? Ou nem devo comprar?
    Obrigado

    • Leonardo, você pode trazer até 24 unidades do vinho, sendo até 12 por tipo. Caso traga mais do que isso, mesmo que esteja dentro da cota certamente será confiscado, porque vão crer que é para comercialização, e não para uso pessoal. E quando desconfiam que é para revenda, tomam sem dó nem piedade.

      Sobre a arma, certamente também será confiscada, pois irão confundir com réplica de armas, o que também é proibido.

      Seguem mais informações no site da receita

  38. Rafael says:

    Caro Carlos,
    Primeiramente parabéns pelo post, foi um dos mais completos que encontrei. Viajarei para Foz em Dezembro, e duas principais aquisições que vou procurando são uma câmera que custa US$ 367,00, e um dvd automotivo double din (grande). A câmera vc já explicou no post, porém como devo fazer sobre o DVD? O que eu quero não ultrapassa a cota, porém como trazê-lo sem chamar atenção? Posso trazer na caixa, por exemplo, ou não… enfim, o que vc me indica? Abraços.

    • Câmera nesse valor é tranquilo, jogue a caixa fora, compre uma bolsinha e saia tirando fotos, será uso pessoal. E o DVD não é tão caro, então só vão pedir para você cadastrar. Dá até para comprar mais uns perfumes ou eletrônicos baratos, você deve passar tranquilo pela receita.

      • Rafael says:

        Certo! Só me explica direitinho a história do aeroporto… vou colocar 2 situações: 1)Passei pela ponte e não fui parado. No aeroporto se eu for, como faço (estando com a câmera e o DVD, e outros poucos pequenos itens como relógios e perfumes)?
        2)Passei pela ponte e não fui parado. Vou outro dia (na mesma semana) ao Paraguai, compro pouquíssimas coisas dentro da cota e decido me cadastrar na ponte para não ter problemas. No aeroporto estou livre?

      • Situação 1 – Se pedirem para olhar suas bagagens, e você não tem nem documento e nem DBA, vão procurar os itens muito repetidos ou caros. Se não encontrarem nem um e nem outro, você está tranquilo. Agora olhando um item caro sem nota ou dba, podem confiscar.

        Situação 2 – Cadastro não garante que você está livre, só te dá um argumento a mais quando te questionarem algo. Rola muito o jogo da conversa, tentam ver se você está mentindo ou contradizendo. De qualquer forma não está livre.

  39. Arícia says:

    Olá Carlos estou indo para Foz no final de semana, e pretendo dar aquela passadinha no Paraguai para comprar uma Câmera fotográfica que custa em média U$900,00 e estou com muito medo de ser pega. Irei comprar também perfumes,maquiagem, óculos. O que você sugere? Há chance deles pararem?

    • Risco vai existir, a câmera é cara e talvez você conseguirá fingir um uso pessoal. Mas pode ser que exijam nota fiscal, daí já era (ponte cadastra e talvez paga imposto, estrada e aeroporto confiscam). Os perfumes, maquiagem e óculos, desde que seja em pequenas quantidades, estará tranquilo, você só correrá algum risco com a câmera. Finja que é uso pessoal e tente a sorte.

      • Tiago says:

        olha, pode ser util, mas passei agora final do mes de julho 2 dias seguidos a fronteira de volta para o Brasil exatamente ás 13hrs, horario brasileiro e o pessoal da fiscalização estava fazendo a troca de turno. Ninguem foi parado, voce pode tentar… Outra coisa, nao pegue taxi para voltar, se pegar diga que esta trazendo bem pouca coisa e sem valor, tem taxista que ganha por fora dos policias para entregar quem esta trazendo acima da cota, eles fazem um sinal que eles se entendem.

      • Rafael says:

        “Outra coisa, nao pegue taxi para voltar…” então o que você indica, Tiago?

  40. ABELARDO says:

    Boa Noite amigão, parabéns pelo texto, extremamente esclarecedor. Gostaria de saber se tem algum problema eu trazer alguns excessos mesmo estando disposto a pagar o imposto sobre o excesso de cota. Grato pela atenção.

    • Se for pagar o imposto excedente, não tem problema algum. Só precisa tomar cuidado é com a quantidade de cada item repetido e com o que é proibido trazer, por ex: se você traz 10 unidades do mesmo perfume, mesmo pagando o imposto sobre o excedente vai perder os itens. Se trouxer 1 pneu, vai perder, e assim por diante. O site da receita é bem esclarecedor nesse aspecto.

  41. Olá Carlos, pretendo fazer minha primeira viagem ao PY, porém estou muito perdido, não sei como começar.

    Moro em são paulo, estou querendo fazer uma viagem de onibus (sera que compensa?) e comprar um Samsung Galaxy S4 pra uso pessoal e fazer outras compras para revenda. Será que compensa?

    Ah.. Parabéns pelo seu blog… Muito bom!

    • Trazer o S4 é tranquilo, joga a caixa fora e coloca no bolso.

      Agora revenda, só se você quiser entrar no ramo. Ir de aventureiro e tentar revenda é loucura, você corre riscos demais. O pessoal da revenda faz muitas coisas ilícitas pra conseguirem passar, basta assistir noticiário e acompanhar o site da receita. Eu não entraria nesse mundo não, prefiro computadores e sala de aula.

  42. Fernando F says:

    olá Carlos, estou querendo ir para o Paraguay novamente este mês e já fui uma vez em Salto del Guaíra de carro com 3 amigos e em Pedro Juan Caballero de Ônibus, gostei muito e dessa vez estou querendo ir de carro novamente com mais 3 amigos de novo, gostaria de sabe se compensa em relação a valores entre as 3 cidades, pois sei que na distância fica mais longe do que ir pra Salto já que moro em Bauru e dá quase na mesma do que ir pra Pedro Juan Caballero, então gostaria de saber de dicas, caso vá para ai, lojas para perfumes, eletrônicos…gostei muito de ir em Salto, mais do que ir para Pedro Juan Caballero, uma pois lá era mais barato e outra pela variedade de produtos, queria saber se realmente compensa ir pra ai, tenho uns amigos que extrapolam um pouco nas compras, estou com receio de ir para ai em relação a fiscalização que dizem que é mais pesada, me de umas dicas.
    Grato desde Já

    • Ponto positivo: essas outras cidades nem se comparam com Cidade do Leste em opções e variedade.

      Ponto negativo: a fiscalização nesse lado da fronteira é bem maior, como você já deve ter percebido pelo texto no blog.

      Com isso, eu iria apenas se você precisa trazer o que não encontra nessas outras cidades tão facilmente.

  43. adrino says:

    se eu comprar um iphone 5 tirar da caixa colocar fotos e colocar no bolso mais nao jogar a caixa fora corro o risco de a receita federal achar q nao é de uso pessoal?

    • De imediato, vão incluir o seu iphone 5 na conta apenas por causa da caixa (nem vão se dar ao trabalho de abri-la). Daí você vai argumentar que não tem nenhum celular lá dentro. Eles vão te perguntar por que então está andando com uma caixa novinha de celular se não comprou celular?

      Você provavelmente vai conseguir passar com a caixa, mas é certo que vão fazer um pente fino em qualquer outro item que verem à mostra. Então eu me pergunto até que ponto a caixa vale tanto a pena para passar por isso.

  44. Rafael Schaidhauer says:

    Olá Carlos, vou para o PY no mes que vem, com um onibus de excursão com pessoas da terceira idade, vou acompanhar minha mãe e vamos passar por Uruguai, Argentina, Chile, para depois somente passar pelo Parabuai, será em setembro, e pretendo trazer somente uma camera fotografica de lá, valor de cerca de 1400 dolares, se eu colocar um chip usado com várias fotos da viagem e uma alça de camera antiga que tenho que está bem surrada,j jogar caixa,maunal fora, será que consigo passar? Mesmo que o onibus esteja configuado como excursão? Sei que a regra é para todos, mas o perfil da excursão ajuda? Obrigado

    • Rafael Schaidhauer says:

      Mais uma pergunta, se puder responder será de grande ajuda: como vou comprar uma camera de valor alto eu lhe pergunto, os fiscais revistam até as bolsas das mulheres que passam pela fronteira ou somente a bagagem?
      Obrigado.

      • Podem revistar bolsa de mulher, depende muito do quanto vão desconfiar de você. Se a mulher estiver ‘apenas’ com uma bolsa, existe uma boa chance de olharem. Agora se estiver com algumas sacolas e a bolsa, ela perde um pouco o foco e talvez não olham.

    • O perfil de excursão ajuda um pouco, mas a câmera que você vai comprar é profissional. então podem pedir nota, eu diria que se você for parado, existe essa chance, mas tudo o que você citou ajuda a minimizar.

  45. luis paulo says:

    Dr. Carlos,

    Você tem alguma noticia de como estão os preços no PY neste período em que o dolar esta bastante caro?
    Principalmente para celular e roupas!

    Obrigado!

  46. Pedro says:

    Olá Carlos
    Adorei suas dicas, estou hoje em foz e amanhã vou a PY mais tranquilo. Te pergunto o que sabe da alfândega no aeroporto vão pelo detectou em relação a eletrônicos, passo na mala ou bagagem de mão .?

    • Coloque na bagagem de mão itens pequenos e de preferência de uso pessoal, que não chamam tanto a atenção. Alfândega é loteria cara, por isso é importante não estar muito chamativo com as bagagens de mão, para não gerar desconfiança, aí vão olhar mala, perguntar, e no aeroporto não paga imposto, tomam de uma vez.

  47. Jeann says:

    Olá Carlos, semana que vem (dia 30), vou fazer uma viagem de avião para Foz, e no sábado irei para o Paraguai com a intenção de comprar uma câmera que custa em torno de $900. Porém estou com medo de ser parado pela receita na hora da volta do Paraguai para Foz. Pensei em jogar a caixa fora, dividir os objetos pequenos nos bolsos, e como vou comprar mais coisas, como chocolates, tive a ideia (meio clichê talvez) de comprar um pacote de salgadinho gigante, enrolar a câmera num saco plástico e colocá-la no fundo do pacote. Será que essa ideia funcionária?

    pretendo voltar de van, do Paraguai para Foz

    Também estou com um pouco de medo, pelo fato de que vou voltar de avião, e ser pego pela receita federal do aeroporto, porém a câmera já vai estar usada, porque vou tirar bastantes fotos em Foz, antes de voltar. Se eu for parado no aeroporto, falo que a câmera é usada, para uso pessoal, mostro as fotos e nego até o fim que comprei na viagem.

    quais as dicas que você me dá perante essas circunstancias que citei a cima?

    Obrigado

    • Não esconda os itens, porque se for pego, vão te fazer uma revista geral, desconfiando até de produtos ilícitos.

      O ideal é distribuir, e dar pinta de uso pessoal.

      • vagrant says:

        Minha situação:
        Comprei quase 600 dolares em eletrônicos(placa vídeo, headset, porte retrato digital) e 300 dolares em 2 cortinas. Queria passar para pagar imposto mas o cara da van do hotel disse que estava fechado o bb por causa da greve.
        Retirei tudo das embalagens, coloquei as cortinas junto com as bagagens de despacho e a placa de vídeo na bagagem de mão minha, com a nota de 297 dolares. Na bagagem de mão da minha esposa o headset é o resto dos eletrônicos fechando 290 dolares com as notas.
        Consigo passar assim pelo aeroporto na volta agora no meio da semana?
        Obs: esqueci de colocar as notas no nome da esposa e estão todas no meu nome, pode isso?
        O que fazer?

      • Você já deve ter passado com tudo, e estar tranquilo em casa, pois o valor é baixo.

    • Icaro Muniz says:

      E aí, amigo, você já deve ter ido e comprado sua câmera… Estou querendo fazer o mesmo.. Quero comprar e jogar a caixa fora. Mas essas câmeras são volumosas. Como foi? Deu tudo certo?

  48. patricia says:

    Vou trazer relógios e produtos victoria secrets, quanto dá pra trazer e como acha melhor eu guardar esses produtos pra passar pela ponte? é mais confiável voltar a pé, de van, já que vc falou que os taxis não são confiáveis?

    • Sobre os produtos, sem caixa e sem excesso é tranquilo.

      Sobre voltar, eu gosto de voltar de coletivo, mas tem muita gente que vai e volta de van, já combinando tudo no hotel mesmo. O único chato que eu acho disso é que o motorista da Van combina um horário, daí às vezes é bem cedo ou tarde pra você. Estando de busão, você vai e volta quando quiser.

  49. andrezza says:

    Oi Carlos, pretendo ir ao Paraguai comprar meu vestido de noiva que sai muito mais em conta que no Brasil. Porém, sai em média $1500,00. Você conhece alguém que já tenha feito isso? Teve que pagar imposto? Não tem como esconder um vestido de noiva, é volumoso
    Obrigada!

  50. Evandro. says:

    Sou fotografo e vou cobrir 1 evento de motocross em foz e tenho uma maquina profissional e mais uma lente e gostaria de saber se tem algum problema na hora de voltar no aeroporto e tem alguma opção para fazer no desembarque.

    • Olha, pergunta um pouco difícil. Sem nota ou dba, qualquer aeroporto do Brasil que tenha alfândega pode ser um problema para você. Caso tenha como você provar que vai cobrir esse evento, fica mais fácil.

  51. leandro says:

    Em relação a roupas como camisas polo e calças oque vc me recomenda? É possivel passar sem taxação? Quero comprar varias camisas polo e calças para uso pessoal… Compro e coloco dentro de uma mala?

    • Roupa em quantidade de uso pessoal é mais fácil de passar. Conheço cara que vai pro Paraguai igual mendigo e volta todo playboy, ou seja, joga camiseta, calça e tênis fora por lá mesmo, e voltam bem arrumadinho com roupa nova, e mais umas poucas roupas na sacola. Se a compra for pequena, não devem taxar, agora se for cerca de mais de 5 camisetas, 5 calças e 3 calçados, vão cobrar imposto.

  52. Ana Maria do Prado says:

    Oi, Carlos: gostaria de saber quais os produtos que estão fora da “cota”.

  53. Marcio says:

    Parabens pelo Blog Carlos, gostaria de perguntar qual a melhor forma de trazer um notebook? A principio eu irei pra isso mas vou comprar outras coisas,perfume etc? O que me diz?

    • Notebook é um item meio complicado porque nunca que você vai conseguir argumentar na ponte que ele é uso pessoal. Fora dela sim, mas para passar da ponte, é jogar caixa fora e colocar em uma sacola, talvez um compartimento de mochila, algo assim. Se virem, você paga imposto, caso contrário, na estrada ou no aeroporto você tenta mostrar que é uso pessoal (fotos, vídeos, mp3, “depreciação precoce”, etcc…

  54. Luciano says:

    Carlos, show as suas dicas!!!! mas me fala uma coisa, roupa e tênis é barato lá?

    • Barato é, mas esses itens são fáceis, mas muiiiitoooooo fáceis de comprar porcaria. Tem que ter bastante conhecimento, falo ao ponto de você pegar em um tecido, ou no couro do calçado, e saber se é original ou não.

  55. Larissa says:

    Olá Carlos, achei suas dicas muito boas! Em Dezembro, eu vou pro Paraguai com minha família e vou levar R$1,400,00 pra comprar coisas lá (vou comprar maquiagens, roupas, perfumes, bolsas e um óculos ray ban provavelmente) então, você poderia me indicar lojas dos shoppings do Paraguai que vendam camisetas e roupas como da marca Hollister, Abercrombie…? Ah, se você puder também, me indique lojas (e de que shopping são) de tênis que tenham a marca Vans. Eu vou gastar todo meu dinheiro basicamente nisso tudo que eu citei e com certeza esses produtos vão exceder a cota, mas pelo meu raciocínio, como são coisas de higiene e limpeza, eu não preciso me preocupar, porque esses produtos não contam (não fazem parte) dessa coisa de cota, certo? Outra coisa: quando eu for, vou passar 3 dias lá no Paraguai mas vou em um hotel de Foz, então você poderia me indicar hotéis bons e não tão caros de Foz? Devo ir de Foz para o Paraguai com que tipo de veículo (coletivo, taxi…?) Muito Obrigada!

    • Roupas, tênis e perfumes fazem parte da cota, mas como 90% dos sacoleiros vão para comprar eletrônicos, estes produtos possuem um olhar mais “clínico” da receita, então desde que não seja exagero (R$ 1400,00 de fato não é), acredito que você não vai passar apertada com a receita.

      Sobre Hotel, o San Rafael do centro é bom, mas não é a única opção, tem outros bons hotéis ao redor, como o três fronteiras, que é do mesmo nível.

  56. elis says:

    gostaria de comprar 2 tvs.
    Como devo proceder para evitar problemas?

    • Ideal ideal mesmo é ter 2 pessoas, uma com cada TV, para minimizar a “chamada de atenção”. Caso não seja possível, vai ter que pagar o imposto. TV é grande, chama a atenção e dificilmente você vai escapar da receita.

  57. Carol says:

    Olá, Carlos! Suas dicas serão muito uteis para viagem que farei para o Paraguai agora no mês de outubro. Vou principalmente para comprar um carrinho de bebe, acredito que custe uns R$ 2.000,00, será que terei problemas para passar pela receita? Obrigada

    • Carrinho de bebê é grande, chama a atenção, mas não é eletrônico (alvo número 1 da receita). Pode ser que cobrem algum imposto, mas dificilmente sobre o valor total do item, pode acontecer de rotularem seu carrinho como um produto de 500 dólares e cobram uns 100 de imposto, ou simplesmente verem que é apenas um carrinho e deixar passar.

  58. Luis Paulo says:

    Boa noite! Carlos, Vale a pena ir ao PY e fazer as compras com Real ou é melhor comprar o dolar no Brasil para levar.
    O que você indica, é seguro comprar dolar no PY, qual o melhor lugar?
    Obrigado por tudo!

    Abraço!

    • Para compra pequena, pode levar em Real. Compra maior, vale a pena fazer o câmbio.

      Eu ligaria na casa de câmbio de Foz para ver o preço. Se na sua cidade estiver mais barato, compre na sua cidade, caso contrário compre dólar no shopping de foz, é uns 2 centavos mais barato que as casas do centro, e um lugar seguro.

  59. ricardo says:

    E para se hospedar que lugar vc indica?

    • Gostei do Hotel San Rafael. Bem no centrão, coletivo do lado, casa de câmbio perto, shopping relativamente perto, quartos limpos e decentes, tem uma piscina razoável, preço justo e café da manhã “quebra-galho”. Os hotéis que ficam mais perto das cataratas embora sejam um pouco mais luxuosos, são consideravelmente mais caros, e longe de tudo o que mencionei acima.

  60. ricardo says:

    obrigado pela dica! das outras vezes que fui me hospedei no paraguay mesmo, mas dessa vez que eu for quero ficar em foz mesmo ,valew vou pesquisar esses hotéis vc me falou ,gracias!

  61. Augusto says:

    Bom dia Carlos,
    tenho uma dúvida. Tu sabe se é permitido trazer receptores de televisão do Paraguai, como Azbox e as antenas de 60 cm? Qual seria a melhor maneira de atravessar a ponte da amizade para não ser parado pela receita federal na aduana, a pé, moto, táxi?
    Grato pela ajuda

    • É permitido trazer receptores. Sobre ser parado, é loteria. Tudo o que posso dizer é que a pé ou de coletivo certamente você será parado. Táxi, moto, etc.. é sorte, talvez sim talvez não.

  62. roger says:

    Olá, poderia me tirar uma duvida, estou querendo comprar um aparelho eletronico que custa 1000 dolares, tem como enviar via correio de foz para o endereço da minha casa em são paulo?quanto vou pagar a mais de imposto em um aparelho de 1000 dolares. o aparelho é este pioneer ddj sx. obrigado.

  63. Yuri says:

    Carlos, vlw mesmo pela postagem! Tirou muitas de minhas dúvidas que já tava garimpando à um tempão na net. Queria umas dicas suas, vou pra Latinoware -Foz do Iguaçu mês que vem (por sinal, aproveito pra te convidar), vou numa excursão da universidade e vamos ficar num hostel que fica à uns 500m da ponte, vc acha que dá pra ir e voltar andando numa boa?
    Agora com relação às compras, só pretendo comprar eletrônicos, quero comprar um Galaxy S4, um HD externo, e umas coisas pequenas (pen-drives, fones, acessórios em geral) e um Nokia Lumia pra dar de presente, oq vou comprar pra mim não me importo com caixa, mas o celular que vou dar de presente fica meio complicado. Como vc acha que devo proceder?
    Outro detalhe é com relação a sacolas, mochilas, pochetes… da pra andar com as compras na mochila por lá ou é melhor jogar tudo na sacola?

    • Cara, nesse formato de excursão, galera andando junto, etc.. dá sim, partindo desse raciocínio é tranquilo.

      Sobre compras, galaxy no bolso, hd no bolso, pendrive no bolso, fone no ouvido com a música que você gosta, e pronto. Fica com o celular exposto na caixa e já era.

  64. lara says:

    ola vou viajar ao paraguai em dezembro se eu trouxer um video game x box 360 fora da caixa junto a bagagem corro risco de ficar sem ele, pois quero trazer outras coisas a cota nao daria..

    • Se a receita ver, paga imposto, porque xbox 360 nunca poderia ser visto como uso pessoal, ao contrário de celular e câmera. Seria melhor tirar da caixa alguns itens mais discretos, que você poderia disfarçar.

  65. renilsopn says:

    ola gostei muito das suas explicaçoes a respeito das compras, gostaria de saber sobre som automotivo , qual melhor loja , dvd potencia falantes ?se eu for com meu carrro sem o som e montar la com os que comprarei no paraguai e viajar com ele funcionando no carro da td certo ?

    • Cara, esse lance de levar o carro, montar tudo lá e voltar, pode dar certo se você tiver os contatos certos lá no Paraguai, para não se meter em encrenca lá. Se for um som discreto, passa batido pela receita, mas se for algo que chama mais a atenção, você pode ser obrigado a pagar o imposto na ponte.

  66. Karielle says:

    Querido primeiro que artigo show!
    O mais completo da net, e olha que rodei hein, queria uma opnião sua
    vou em Nov e quero trazer um notebook. Pretendo ir de Van pela Loumar Turismo. Se acontecer de a receita não me parar, ou parar a van, e passarmos direto você aconselha eu voltar e pagar o imposto dele e das compras ( as outras só vou trazer perfumes e maquiagem, talvez alguma roupa). Tenho medo de dar sorte de passar direto mas no aeroporto ele ficar confiscado. agradeço desde já sua opinião.

    • Se não for um notebook extremamente caro e chamativo, eu arriscaria. Tiraria as caixas, colocaria umas fotos, vídeos, músicas, alguma capa para ele, deixaria mais parecido possível com um produto depreciado.

  67. Edgar Gomes says:

    Parabéns pelas informações, muito esclarecedoras!! Eu estou indo para fox do iguaçu para participar do Latinoware, estou indo em ônibus do Campus, juntamente com outros alunos. Quero comprar uma câmera que custa 750 dólares. Pretendo voltar de táxi, Como não vou comprar mais nada, é interessante vir com ela na mão livremente, ou ir para o Paraguai com uma mochila pequena de ombro e colocá-la dentro?? E na rodovia, se eles pararem o ônibus, pelo fato dele estar cheio estudantes, você acha que esse fato seria prejudicial ou me ajudaria no caso de uma revista?? Quando eles param um ônibus, eles revistam detalhadamente cada mochila? É melhor vir com a camera na mão ou dentro da mochila??e por último, você me aconselharia a tentar trazer a câmera sem pagar os devidos impostos?? Desde já, agradeço sua atenção!!

    • Uma câmera de 750 dólares eu arriscaria, dividiria lente, flash, etc.. em vários compartimentos da mochila. Mas lembre-se, nesse caso provavelmente você vai arriscar mais na ponte. Passou dela, na estrada geralmente a receita pega mais leve com ônibus de estudante, mas não deixa de revistar pelo menos por alto. Podem até olhar sua mochila, mas partindo do ponto que é uma excursão, ou seja, todo mundo levaria câmera para tirar fotos, etc.. penso que não chegariam a cogitar tomar sua câmera nova, desde que tenha fotos atuais, antigas, etc…

      Agora se tiver um babaca no ônibus com algo ilegal, aí é pente em todo mundo, vão revistar tudo de cima em baixo.

  68. Alex Reis says:

    Amigo, estou indo de excursão em onibus para o paraguai como turista. Gostaria de comprar uns 4 ou 5 telefones tipo galaxy s4 e iphone 5, eu posso colocar cada um em um bolso ou algo assim para evitar pagar o imposto? vc tem alguma loja para me sugerir a compra destes?

    • Alex, para revistarem seu bolso, só existem 2 possibilidades:

      1) Desconfiarem que você possui algo ilegal como droga ou arma (é raro isso acontecer com turista, mas nunca se sabe);

      2) Se você for muito indiscreto, por exemplo, voltar trajando uma calça vários bolsos e cada um deles com um volume enorme de objetos.

      Caso contrário, é tranquilo, porque todos sabem que um bolso normal não cabe muita coisa.

      Sobre loja, a primeira opção para celulares certamente é a megaeletronicos

  69. Marcus says:

    Olá Carlos!
    Minhas dúvidas são as seguintes:
    Pretendo ir ao py mês que vem comprar peças e montar um pc,o valor é entorno de $1000 dólares.Vou voltar de avião por foz.Sera que da pra passar pela alfandega com as peças pequenas como processador e memória e declara as maiores como placa mãe e placa de vídeo?
    Você me aconselha levar dolar ou real para esse tipo de compra?
    Obrigado!

    • Dá para passar tranquilo porque processador e memória cabem no seu bolso e dificilmente vão te revistar, já que bolso é pequeno, e se você estiver levando algo nele é pouco.

      Eu levaria dólar porque as lojas de eletrônicos geralmente cobram um pouco pelo câmbio, ou seja, uns 3 centavos mais caro que em Foz.

  70. edson says:

    Carlos, boa tarde!!!

    Em primeiro lugar, queria te agradecer pelo texto e as dicas.
    Irei em janeiro para Foz, mas ficarei hospedado em Puerto Iguazú, vc sabe me dizer se eu fizer compras no Paraguai terei problemas tbém para passar para a Argentina, já que estarei hospedado lá. Obrigado

    • Cara, passagem Argentina/Brasil é bem mais tranquila, porque geralmente apenas registram que você entrou no País, ou seja, se não deixar muita coisa visível no carro, não vão revistar nem nada.

  71. luiz ricardo says:

    amigo pretendo ir em foz dezembro para passear com a esposa e claro passar no PY so pra comprar o novo xbox one não tem como fugir neh vou pagar emposto somente com aquele produto ???

  72. Luciana says:

    Carlos,os coletivos,são parados na volta do Paraguai e todos tem que descer e todos são revistados?vc acha que taxi é melhor?

    • Os coletivos são parados e um fiscal entra. Ele vai olhando as sacolas de cada passageiro. Mochilas geralmente olha compartimento principal, mas sacolas de compras olham com mais detalhes. Quando vêem que é pouca compra, mandam apenas cadastrar, mas caso seja mais, podem mandar calcular e pagar imposto excedente.

      O táxi pode ou não ser parado, ao contrário dos ônibus que geralmente são parados em sua grande maioria.

  73. vitor lima says:

    Bom dia Carlos, estou indo em dezembro para o paraguay somente para trazer um ps4 que custa U$399, o que você recomenda?Parar e cadastrar mas não mostrar a nota fiscal para ver se eles colocam como se custasse menos?obrigado!

    • Como primeira observação, realço que o ps4 vai custar 399 dólares nos EUA. No Paraguai geralmente é um pouco mais caro, e aliado a tudo isso, na época de natal o console vai vender igual água, logo não espere um preço tão amigável, lembre-se da oferta vs procura. Chuto entre 450 e 500 dólares

      Sobre a receita, certamente eles vão ver seu ps4, nao tem como mentir preço ou esconder. Só que se voce estiver trazendo apenas o ps4 e um ou outro jogo, acredito que nao cobram o imposto, porque vai exceder pouco. Nesses cenários costumam deixar passar. Agora se for ps4, hd externo, placa, jogo, perfume… aí vão tarifar.

      • vitor lima says:

        mas o que recomenda?parar logo na ponte para eles cadastrarem?se pegarem no aeroporto e eu tiver trazendo somente o ps4 e 2 jogos, eles apreendem direto ou tenho a chance de pagar o imposto?

      • No aeroporto não existe chance, se implicarem com seu ps4 e você não possuir nota ou dba, é confiscado. Dificilmente vão tomar “apenas” um ps4, seja na alfândega ou na ponte, porque é um produto relativamente barato e que excede pouco a cota, mas sem imposto pago, o risco sempre existe.

  74. carlos loureiro says:

    Valiosas dicas, pois vou a Foz em novembro e naturalmente ao Paraguai, um grande abraço.

  75. Patricia says:

    Boa noite, pretendo comprar perfumes em torno de quatro femininos e 4masculinos todos diferentes, corro muito risco no aeroporto?

    • Corre pouco risco, e você pode minimizar esses riscos de várias maneiras, por ex: não leve perfumes para a sua viagem, e dos que vai comprar, pelo menos dois dos perfumes femininos mencionados você pode ir usando durante a viagem como uso pessoal. Daí sobram 6 perfumes, que dificilmente serão confiscados, pois praticamente estão dentro da cota.

  76. Catia lopes says:

    Oi Carlos Eduardo , parabéns por dicas. Vou a foz em novembro: dúvidas …?
    Onde comprar óculos e relógio com garantias e preços bons.
    Onde comprar cosméticos (shampoo, produtos pele , tipo l’occitane, roc ,)
    Onde comprar Roupas, (laçaste, tomamos…?
    Onde comprar Perfumes…?…
    Como vou levar em torno de dois mil reais vc me aconselha a levar em dólar ?…
    Agradeço deste já. Catia lopes

  77. Boa noite, QUE OTIMO BLOG, estou indo pro PY dia 16 agora, estou pensando em trazer perfumes uns 10, um nextel e 01 cel.
    MInha namorada deve trazer uma 30 a 40 victoria secret. sera que é arriscado ela perder tudo? esses victoria nao atingiria a cota, mas a quantidade é grande.
    se ele taxassem os victoria todo o restante passaria sem problema no aeroporto? ou nao?

    • Humberto, mesmo que não exceda a cota, 30 itens do mesmo produto para uma única pessoa caracteriza revenda, e a receita vai confiscar sem dó. Como vocês são dois, poderiam dividir a quantidade entre vocês, facilitando as coisas. Daí alguns dos seus perfumes ficam com ela, equilibrando as compras entre vocês.

  78. Catia lopes says:

    Oi Carlos Eduardo , parabéns por dicas. Vou a foz em novembro: dúvidas …?
    Onde comprar óculos e relógio com garantias e preços bons.
    Onde comprar cosméticos (shampoo, produtos pele , tipo l’occitane, roc ,)
    Onde comprar Roupas, (laçaste, tomamos…?
    Onde comprar Perfumes…?…
    Como vou levar em torno de dois mil reais vc me aconselha a levar em dólar ?…
    Agradeço deste já. Catia lopes

  79. Goretti says:

    olá Carlos, primeiro um elogio, muito esclarecedor tudo o que voce escreve, agora 3 dúvidas, voce sabe me informar se já tem artigos de natal, chego em Foz dia 17/10, e alem da diva, que me informaram, onde mais posso procurar? eu sei que tem limites de quantidade de itens repetidos, mas eu precisava de flores para enfeitar o meu pinheiro, queria todas iguais, seria grande quantidade ele tem 3m de altura, não pretendo trazer eletronicos, 1ou 2 brinquedos, algum enfeite pra casa, nada muito caro, isso seria problema?? voce falou que taxi paraguaio é perigoso, se não conhecer, dá pra contratar táxi brasileiro para ida e volta?

    • Vamos lá:

      Sobre os táxis Paraguaios: talvez eu tenha pegado um pouco pesado, na maioria dos casos você não enfrentará problemas, mas é sempre bom pegar uma indicação. Ir de coletivo (seja brasileiro ou paraguaio) por exemplo é tranquilo, a pé eu recomendo se estiver na compania de outro adulto (sem crianças), e van partindo do hotel é o mais seguro, porém mais caro (oscila entre R$ 20,00 e R$ 35,00).

      Sobre itens repetidos, vai do bom senso. Se repetiu muitos itens baratinhos para decoração de natal, talvez relevam. Agora se repetiu muitos perfumes, não vão relevar. O segredo é ter uma compra que não caracterize revenda, mesmo que exceda a cota.

      Sobre artigos de natal, honestamente não conheço bem, mas certamente em 17 de outubro se você achar, serão pouquíssimas opções.

  80. Kamila says:

    Olá Carlos boa tarde, pretendo ir a Foz em Janeiro, vc saberia me dizer se os preços das mercadorias lá em Janeiro aumentam ou são tabeladas?Tenho um amigo que foi em Agosto deste ano e me informou que a cota pra quem vem de avião é de 700 doláres, mais a maioria dos sites que vi diz 500 doláres, vc sabe me dizer mais preciso qual é o verdadeiro valor?
    Adorei o blog muito bom mesmo!

    • Olá Kamila. A cota é 500 dólares para vôo internacional e 300 dólares para vôo nacional, ou seja, se o seu vôo pousa em Cidade do Leste, são 500 dólares. Se pousa em Foz, são 300 dólares.

      Sobre preço, não existe preço tabelado, geralmente gira em torno da oferta vs procura.

  81. Natália Figueira Kautzner Marques says:

    Carlos, fiquei impressionada com suas dicas! Com certeza será de grande valia quando for ao Paraguai em Dezembro. Parabéns por todo trabalho e multiplicar suas experiências.
    Abraços,

  82. Rogério says:

    Carlos primeiramente parabéns pelo excelente trabalho na elaboração deste texto que assim como a mim irá ajudar muitas outras pessoas que pretendem viajar ao Paraguai. Por gentileza mais uma informação: estou pesquisando um Tablet da Sony e encontrei nestas lojas: Tiger Direct USA, B&H Photo-NY, Nave Shop, voce já ouviu falar destas lojas? Agradeço a atenção dispensada. Abraços.

  83. MARCOS says:

    OI AMIGÃO SEU POST É MUITO BOM,EU QUERO COMPRAR UMA CÂMERA FOTOGRÁFICA DE 350,00 DÓLARES ,QUANTO PAGO DE IMPOSTO AO PASSAR PELA ALFANDEGA

    • Se você estiver portando apenas a câmera, pagará 25 dólares de imposto. Mas dificilmente vão tarifar câmera desse preço, muito provavelmente vão pedir apenas para você se cadastrar.

  84. Paulo maia says:

    Parabéns pelo Blog!! tenho uma dúvida estou pensando en trazer alguns pendrives personalizados para revender tipo star wars batman etc… se eu trouxer 1 de cada personagem (umas 20 unidades) corro risco de perder meus produtos mesmo ficando bem abaixo da cota? OBS. esta lei do sacoleiro não ajuda em muita coisa (no caso de São paulo são 43% de impostos mais despesas com viagem, o que no fim das contas não ajuda muito a diminuir o contrabando, se fosse 25% ja incluso o icms ai ficaria lindo e garanto que acabaria em muito com o contrabando.

  85. Tercio says:

    Carlos Eduardo boa tarde, eu lí seu blog e gostei muito sobre o tema em questão por quê marquei minha viagem com minhas milhas e só tem dias disponíveis no final de semana,a pergunta é o comercio em Cidade Del Lest funciona ao sábados e domingos.Agradeço se responder obrigado e parabens…

  86. na duvida says:

    Carlos o receptor azamerica s928 esta sendo proibido para trazer para o Brasil ?
    pois ele custa $160,00 dólar no paraquai pelaa cota ele passaria.

    • Desde que seja caracterizado uso pessoal, nunca ouvi falar de nenhum eletronico ser proibido de trazer do Paraguai.

      • Paulo maia says:

        Carlos estes receptores estão proibidos de serem importados a menos que tenha homologação da Anatel (não é o caso) mas muitos fiscais estão fazendo vistas grossas quanto você esta de viagem com a família e não esta exagerando nas compras. (se tiver sorte pode passar, mas existe o risco de perder o dinheiro).

  87. Boa noite, vou viajar dia 29/11 pra trazer um PS4 e mais alguma coisas, perfumes, roupas, etc.
    Ano passado fui de ônibus não tive problemas com Wii U (paguei $620) mas declarei como Wii na aduana com Wii normal ($150). Trouxe receptor de TV a cabo pirata (azbox) não tive problemas.
    Só que este ano vou de ônibus, e estou com medo de abrirem minha mala e ser confiscado, pois é proibido estes aparelhos. Tem a possibilidade de eu enviar por correios de Foz? Se for possível enviar tenho que pagar imposto? Valor >>> $150 (aqui em SP R$550)

  88. elcio antunes says:

    Bom dia,Carlos Parabêns pelas dicas:estou indo agora em novembro para comprar metais de banheiro,certamente irei passar da cota por são 5 banheiro o que vc me aconselha,obrigado.
    Obs: irei de carro

  89. Renato says:

    Carlos, vou para o paraguai em dezembro para comprar o PS4, porém nunca fui. Onde eu preencho esse DBA? Ao preencher já estarei automaticamente pagando o imposto excedente ou só se eles cobrarem?

    • Renato, a DBA preenche na própria ponte. Você só vai pagar o imposto se eles taxarem o ps4 como um produto para se cobrar o imposto, ou seja, você vai parar na ponte, mostrar a caixa, vão ver que é um ps4 e se constar no cadastro deles um preço consideravelmente superior a 300 dólares, ou se te perguntarem quanto custou e você falar um preço consideravelmente superior a 300 dólares, vão te encaminhar para preencher a dba e o boleto para pagar o imposto no banco do brasil. Imposto pago você mostra o comprovante, pega a DBA e o produto.

      Eu tentaria forçar apenas um cadastro, sem pagar imposto. Falaria que tive um descontinho e paguei barato. Se virem apenas o ps4, podem aceitar e apenas te cadastrar.

      • Renato says:

        Carlos, e seu eu nem for parado nem nada e passar batido na ponte? Vou pegar um avião em Foz para SP, não terei problemas?

      • Corre algum risco, mas como é apenas um ps4, a chance de relevarem é grande, e aumenta ainda mais se você jogar as caixas fora.

        Agora só mais uma dica: o ps4 vai custar entre 500 e 600 dólares no Paraguai. O preço de 399 dólares é apenas nos EUA e Canadá certo?

  90. Manoel Novais says:

    Carlos boa tarde, melhor blog que já vi;dúvida, pretendo ir em fevereiro (no carnaval), o nave shop é confiavél para compras?

  91. Alex says:

    Olá Carlos,
    Muito boa a dica do seu site. Foi a melhor que achei!

    Me tira uma dúvida, no início do ano que vem, provavelmente irei lá comprar o ps4 e controle. Imagino que a caixa do console seja grande. Provavelmente a loja vai me dar uma bolsa para carregar o produto. Mas como fica para andar com ele em paraguay. Você falou que não é bom atravessar a ponte a pé, mas considerando o que falou, deve ser perigoso andar com uma sacola grande na mão pelas ruas do paraguay né?

    • O lugar é muito movimentado, e praticamente todo mundo está andando com alguma compra, logo se você ficar nas áreas mais movimentadas e seguir as regras básicas de segurança, não será problema.

      Sobre a ponte, não diria que a pé é tão perigoso, mas de vez em quando ficam alguns “malinhas” na ponte, e se você estiver sozinho e der bobeira, pode correr algum risco. Mas de qualquer forma é mínimo.

  92. Renato says:

    Deixa eu ver se entendi, então eu diminuo o risco no aeroporto se eu levar o ps4 sem a caixa, pra dizer que não vou vender, que é meu?

    500 e 600 dólares, certo.

  93. Torres says:

    Parabéns por essa publicação!

    Em relação ao receptores de TV “Az’s” como a receita age?

    Pode me dizer quais são as lojas que aceita RealR$? que sejam confiaveis?

  94. Renan says:

    Vou ao Paraguay mês q vem para comprar peças para Pc (Placa mãe, processador, 2 placas de video, memoria, hd, ssd, mouse, fonte, driver blu-ray, 1 water cooler). Vou com meu Pai e minha Mãe, então dara pra trazer 900 dolares de peças, só q a compra da uns 1600 dolares. Levaremos bolsas com algumas roupas. Sera q da pra esconder bem e passar tranquilo se pagar imposto mesmo se nos revistarem e verem as peças?

  95. Carlos says:

    BOA NOITE CARLOS

    PARABÉNS PELO BLOG

    SEGUEM MINHAS DUVIDAS :

    1- no aeroporto de Foz , todos os passageiros passam pelo raio x de corpo ao embarcar ? Da para colocar produtos pequenos nos bolsos e nao ser tributado ?

    2 – após entrar no Paraguai , fazer minhas compras, por terra até o aeroporto de ASUNÇÃO e pegar um voo para Argentina ou Uruguai e por fim voltar ao Brasil ? A fiscalização desses paises é tão ou mais rígida que a nossa , se tratando de viajar com produtos importados sem pagamento de imposto ?

    3- Existe algum aeroporto NACIONAL, com exceçao do de FOZ perto da cidade do leste em que eu possa embarcar e sair do foco ? O deslocamento por terra até esse aeroporto é muito fiscalizado ?

    AGUARDO AS RESPOSTAS !!!

    OBRIGADO

  96. Igor Carvalho says:

    Boa noite

    Gostaria de tirar algumas dúvidas a respeito de compras no paraguai:

    1 Casa eu faça a viagem ida e volta de avião direto para ciudad del este, volatando para guarulhos, gostaria de comprar uma câmera no valor de U$650, se eu tirar ela da embalagem, é melhor coloca-la no pescoço para dizer que é item de uso pessoal ou na mochila, pretendo colocar varias fotos dentro dela.

    2 Itens como HD externo e perfumes, são necessários declarar ou pode ser considerado itens pessoais fora da embalagem?

    3 Um notebook Macbook Pro por exemplo, poderia voltar com ele fora da embalagem alegando ser meu, colocando uma skin (adesivo que cobre toda a parte traseira) e varios arquivos dentro dele tambem, mostrando ser um item antigo, sem problemas??

    4 A fiscalização realizada no aeroporto internacional de Ciudad del Este é muito rígida?

    5 Se eu declarar alguns itens, acha que chamaria menos atenção o notebook?

    Obrigado, aguardo a resposta.

  97. Felipe Mariz says:

    Carlos, Ctrl C + Ctrl V em todos os elogios para seu blog, seus esclarecimentos e conhecimento a cerca do assunto…
    Estou indo ao PY pela 2ª vez no dia 12/11, da primeira vez, comprei uma câmera, um flash e uma bolsa de fotografo na qual coloquei um perfuminho ou outro e alguns pequenos acessórios (Cartão de memória, Pen Drive e talz) nada absurdo!!!
    Da primeira vez eu fui sozinho e agora (finalmente) vem minha pergunta:
    Pretendo comprar duas lentes fotográficas ($1200 cada) mais uma mochila e a mesma quantidade de pequenos ‘suvenirs’ na mesma proporção, sendo assim, é vantagem levar minha máquina mais velhina, pra voltar com o conjunto todo (tem alguns sinais de desgaste natural)? e detalhe, eu volto pelo aeroporto de Cascavel, da primeira vez foi de boa… Tem alguma novidade de lá?

  98. Tatiana says:

    Olá Carlos, boa noite !
    Gostaria de tirar algumas dúvidas?
    Estou indo agora em novembro, gostaria de trazer uns 5 perfumes (diferentes), uns 3 relógios (diferentes), 2 Samsung S4 e uma câmera de $ 300 doletas, tudo pra uso pessoal RS….. oque vc me aconselha em relação a declarar? eles implicam muito com perfume e relógio? os 2 celulares vindo no bolso eles me revistariam?
    Quantos perfumes e relógio posso trazer ao certo ?

  99. Felipe Mariz says:

    Mais uma coisa!!! Vejo poucas referências à CASA NISSEI (Que fica no Shopping Internacional, eu acho) mas eu comprei um flash lá e gostei muito da loja, achei bastante aconchegante e confiável com um bom atendimento.

    Você tem referências de lá?

  100. Rafael says:

    Fala Carlos. Sei que muitas pessoas já disseram, mas não custa repetir: O post está realmente excelente.

    Tenho uma dúvida. Veja se pode me ajudar:
    Estarei em Foz/Paraguai no fim do ano. Depois disso irei pra Argentina e depois Uruguai (tudo de carro). Você sabe como é a fiscalização nesses outros países? O maior valor que irei comprar será apenas uma lente de câmera fotográfica, porém, como você mesmo indicou, irei levar só o corpo da maquina com nota e adicionarei a lente, jogando a caixa fora. Portando poderei cadastrar minhas compras sem problemas.

    Obrigado.

    • No Uruguai eu não sei, mas na Argentina é muito mais tranquilo do que no Paraguai. Geralmente cadastram sua identidade quando você entra no País, e é isso. Às vezes o fiscal fica olhando o seu carro enquanto faz o cadastro, mas é tranquilo. Talvez se visualizarem um carro cheio, podem pedir para olhar com mais detalhes.

  101. fernando says:

    Boa Tarde Carlos,
    De dois em dois meses vou para os EUA e trago bastante produtos para serem vendidos aqui no Brasil, mais para amigos, mercado livre etc……gostaria de ir para o Paraguay para conhecer até porque a passagem é bem mais em conta, vc indicaria resumindo o Paraguay é mais para a compra de uso pessoal??? no caso de comprar eletrônicos,relogios,victoria secrets, compensaria??? ou o risco é muito grande em trazer aproximadamente usd 1.000,00 de mercadoria, pois por avião dos EUA existe o risco mas é bem minimo.

    • Fernando, não sou a pessoa mais indicada para te falar porque ainda não conheço os EUA. Mas poderia te dizer um pouco do que já conheço e escutei:

      1) Muita gente obviamente compra no Paraguai para revender. O meu blog tem como foco o uso pessoal porque eu não revendo produtos, eu só compro para o meu uso, logo não compartilho ou procuro saber em detalhes o que os sacoleiros fazem para passar. Geralmente eu não aprovo tampouco respondo comentários pedindo dicas para revenda;

      2) O Paraguai vende de tudo, acho que de cara você vai notar duas diferenças em relação aos EUA: a primeira é que os produtos são um pouquinho mais caros, entre 10 e 20%, e a segunda é que você tem que ficar mais esperto com o que está comprando, para não ser algo de qualidade duvidosa;

      3) Sobre fiscalização, não sei se a Alfândega em Foz é mais rigorosa que em um aeroporto de Cumbica da vida, mas certamente em Cumbica você pode pagar o imposto e levar, já em Foz fica retido, porque em tese você deveria ter pago na ponte da amizade.

      4) 1000 dólares não é tanto assim, corre riscos, mas não são muitos.

  102. Kylmer says:

    Boa noite!
    Por favor, indique uma loja confiável de câmeras fotográficas. Com preços acessíveis, só pra reiterar! hehehe

    Obrigado =)

  103. Kylmer says:

    Indique uma boa e acessível loja para compras de calçados e roupas também, por favor.

    Aguardo! Obrigado =)

  104. Karina M L Galoro says:

    Bom dia.
    Vc esta de parabéns, excelentes comentários e dicas. estou indo ao paraguay semana q vem, e pretendo comprar 3 perfumes, uns 3 cremes da Victoria, 3 relógios, 2 óculos de sol, 3 calças masc. 3 calças feminina, 3 polos masc. e 3 blusas femininas, uns 2 estojos de maquiagens, uns 10 batons avulso, 1 HD externo, 1 tablet, 1 cel. Galaxy Win Duos e 1 micro camera, vc acha que terei problema? em relação aos eletrônicos, caso for necessário, deixo td e trago só o celular, porem as demais coisas como relógios, perfumes, batons e maquiagens eu queria trazer pra familia, será q consigo?? Abraços.

  105. Cristel Finetto says:

    Carlos, primeiramente quero lhe parabenizar pelo ótimo texto… De fato bastante explicativo.
    Eis minha duvida… Eu e meu marido iremos em Janeiro viajar para Foz do Iguaçu, e estamos querendo comprar na Cidade Del Este/Free Shop: Uns 02 ou 03 Relógios Invicta – para uso pessoal de meu marido que os adora, e aqui no Rio são muito caros. (Sabe onde posso estar achando esses relógios??) Algumas camisas, bonés, 02/03 tênis, 02 perfumes, 01 Iphone, e maquiagem (linha completa para o resto, porem 1 item de cada). – todas as compras são de uso pessoal.Corro o risco de ter problemas ?? Mesmo que não me parem, devo cadastrar essas compras por segurança? Devo guardar a nota de todas as compras ?? Penso em contratar o serviço de um taxi leva e traz …acha boa ideia, é seguro? Agradeço desde já.

  106. Guiherme says:

    Se eu for com minha familia,2 adultos e 2 adolescentes de 14 e 16 anos. Os menores teram a cota de 300 dólares ??

  107. Guiherme says:

    Se eu passar com um boné na cabeça e um tênis no pé comprado no Paraguai dá problema ?

  108. carol says:

    Oi Carlos, estou indo agora a Foz, eu consigo entrar na argetina e no paraguai com passaporte? ou só com identidade atualizada mesmo?

  109. rodrigo says:

    ola boa noite
    amigo estou indo para guaira nesse fim de semana, vai eu e um amigo meu, pretendemos comprar apenas um iphone 5s pra cada e mais nada,
    voce acha que é problema?
    e se fomos parados na receita, eles vao mandar a gente pagar imposto ou vao apreender ?
    obrigadp

  110. Tayna says:

    Olá! Vou a Cidade do Leste este mês e pretendo comprar uma câmera profissional, ou seja, ela tem um certo volume. Devo proceder jogando a caixa fora, já que também não levarei nenhuma outra, e como uso pessoal? E sobre os acessórios que acompanham a câmera e manual? Posso guardá-los sem problemas? Você teria mais alguma sugestão sobre isso?
    Irei de ônibus com uma excursão da faculdade, existe algum problema ou maior burocracia por estarmos de ônibus e em grupo grande?
    Seu blog e texto foram impecáveis, muito úteis e esclarecedores. De já, obrigada!

  111. Tayna says:

    Só para reiterar, a câmera excede a cota, pois custa uns 500 dólares. Como proceder para não precisar pagar os impostos? Seguindo as dicas fica tranquilo?

  112. Marco Aurelio says:

    Carlos,
    Primeiramente parabéns pelo Blog, ficou muito bacana o Post.

    Agora vão minhas dúvidas:

    Eu estou indo dia 26/11 para lá, e irei para comprar um PS4 pra mim e mais alguns perfumes (tipo uns 10, mas todos diferentes), uma camera a prova d´agua para tirar umas fotos nas cataratas, um tablet para meu filho e talvez umas peças de roupas.

    Eu pensei em ir e passar somente com o PS4 e declarar na alfandega e pagar o imposto e ir para o hotel e guardá-lo. E voltar para o PY e comprar o restante das muambas, este restante que citei acima, poderia passar como item de uso pessoal? Ou no aeroporto vão querer tributar tudo?

    Obrigado.

    • Olha, 10 perfumes vai gerar desconfiança, mas pelo menos 3 você vai poder tirar da caixa e usar normalmente. O tablet e a câmera podem ser vistos como uso pessoal. Acho que sua estratégia de pagar o imposto apenas do ps4 é boa. Deve dar certo.

  113. Luis Paulo says:

    Galera, uma dica para quem esta pensando em ir ao PY, após as compras na volta para passar pela aduana, indico voltar de moto-táxi como são muitas motos uma a traz da outra (muito rápido e perto) fica mais difícil o fiscal mandar parar. Outra dica é sobre levar dolar ou real. Bom, eu fui na segunda semana de outubro o dolar estava mais ou menos 2,36 nas casas de cambio aqui em Recife, então, não comprei o dolar, realizei todas as compras no PY em com real, na própria loja eles fazem o cambio e teve loja que consegui comprar com o dolar valendo 2,28.
    Uma ótima loja para comprar eletrônicos é a Casas BO, loja de confiança e com bons preços, comprei dois celulares S4 e S4 mini, foi no menor preço e estão funcionando perfeitamente.
    Fiquei hospedado na pousada El Shaddai, fica bem próxima a ponte, de táxi da 13 reais, do aeroporto para a pousada da cerca de 50 reais de táxi. Uma ótima pousada para quem quer economizar na hospedagem.

  114. Thiago says:

    Estou indo para Foz agora 15/11 e gostaria de trazer do PY um PS3 e mais 3 ou 4 jogos fora roupa, perfume e cosméticos,

    1º Será que conseguirei passar pela aduana tranquilamente ou terei de pagar algum imposto
    2º Posso declarar o valor dos produtos abaixo do valor real da compra?
    3º Posso solicitar para a loja me passar uma NF com valor inferior real do produto
    4º Caso eu coloque os jogos dentro da caixa do PS3, será que eles passarão despercebidos?

    • 1 – depende do quanto você trouxer de “roupa, perfume e cosméticos”. Sendo pouco, ok, só cadastra. Sendo mais que pouco, tarifado;

      2 – você pode inventar que pagou mais barato. Podem acreditar ou não;

      3 – Não adianta. A receita ignora a nota do paraguai. O que vale é a tabela dela;

      4 – 1 ou 2 jogos sim. Mais que isso vai gerar desconfiança.

  115. Catia lopes says:

    Olá , Carlos Eduardo, sou Catia, aproveitei bastante suas dicas,estive em Foz em 01 a 05 de novembro, e vou deixar uma dica boa ,sobre uma guia que descobrir pela net mesmo , ela se chama Nilsa < 045 9925 9960 da Iguassu life tour , os guia que estavam incluído em meu pacote turístico eram muito apressado somente levavam agente e deixavam nos locais e marcavam horário para voltar e ainda ressaltava a importância de sermos pontual se não poderia correr o risco de deixarmos.Como tínhamos a segunda e terça livre resolvi ligar para ela, para fazer o passeio Paraguai e ao templo budista, mesquita e três fronteiras, ela e excelente tem calma paciência , em nenhum momento ficou pressionando a comprar em determinada lojas, apenas dava algumas dicas, Como estávamos em três pessoas fomos em taxi pequeno, e foi perfeito, fica aí a dica. catia lopes

  116. Gustavo says:

    Carlos, antes de tudo, parabéns seu site é o melhor do assunto de compras no paraguai. Só fiquei com uma dúvida, você falou para não comprar dollar no paraguai, mas não deu explicação do pq não fazer isso, outros sites falaram pra comprar lá pois o imposto é mais baixo. Estou pensando em ir no ano que vem pegar um ps4 e talvez um iPhone, no qual jogaria a caixa e colocaria no bolso, vc acha que eu teria algum problema. Só uma sugestão, acho que seria muito bacana se possível passar telefone da policia de lá e / ou policia do turista. Obrigado pelas dicas. Abraço.

    • A explicação é simples: algumas séries de dólar, como AB ou CB não são bem vindas em várias lojas do Paraguai. E uma casa de câmbio do Paraguai pode se aproveitar da inocência do brasileiro e vender esses dólares. No Brasil é mais difícil de você ser passado para trás.

  117. Paulo says:

    Ola Carlos! Pretendo ir ao Paraguai fazer algumas compras para uso pessoal, provavelmente vou ultrapassar a cota. Gostaria de saber qual o mês mais indicado ? Ou isso não importa?

  118. Queila says:

    Olá Carlos Eduardo.
    Adorei suas informações e acredito que vai muito útil para minha viagem já que estou indo no feriado dia 15/11.Estou pensando em trocar de telefone e vou usar com certeza vou usar suas dicas.
    Agora uma pergunta: Você chegou a ir na Argentina? O que compensa comprar por lá? Tenha alguma dica?
    Obrigada pela atenção.

    • Da Argentina, se quiser efetuar um trajeto relativamente pequeno (não mais do que 20 ou 30km), provavelmente vai conhecer apenas os pontos abaixo, que ficam dentro e entre as redondezas da cidade de Puerto Iguazu:

      1) Duty Free Shop – é tipo um mini-shopping (na verdade é apenas uma loja gigante) que vende diversos itens, entre perfumes, eletrônicos, e utensílios em geral. É mais caro que o Paraguai, contudo mais barato que o Brasil. Às vezes você acha algo de útil lá. O local é muito bonito, vale a pena passar;

      2) Comer uma carne na Parrilla – caso não seja vegetariana, é obrigatório. Muitas carnes gostosas e ambiente agradável;

      3) Punto Iguazú Shopping – é um bonito shopping, a céu aberto. Vale a pena passear;

      4) Cassino – em Puerto Iguazu tem alguns cassinos. Caso goste, é uma boa;

      5) Passeio nas cataratas – além do lado brasileiro, também tem o parque do lado argentino. Vale a pena porque é um passeio diferente, com trilhas melhores que o passeio brasileiro. Contudo, em termos de vista, o lado brasileiro é insuperável.

  119. Fernanda says:

    Olá, adorei seu post pretendo ir para o Parguai no fim do ano.
    Você sabe me responder se os produtos vendidos na Megaeletronicos são originais? E minha maior dúvida é em relação a garantia do produto, quanto tempo de garantia e se tem algo como garantia estendida? Meu maior medo é de dar algum problema, os produtos que pretendo comprar tem valor alto..
    Pretendo comprar um Iphone, Uma camera profissional e um Imac. Como você me orienta fazer para trazer esses produtos sem problemas pro Brasil.

    • O meu feedback atual da megaeletronicos é excelente. Nunca tive problemas com nenhum produto que adquiri de lá, especialmente celulares e câmeras. Mas, você sabe, hoje é bom, amanhã pode não ser. Por isso sempre confira e desconfie de tudo. Sempre leve os produtos na área de teste da megaeletronico.

  120. Greice says:

    Ola Carlos, adorei suas dicas !!! Gostaria de saber se é possivel atravessar a ponte ate o Paraguay a pé sem ter problemas, não vamos comprar quase nada pois na familia somos em 4 e de van ja da 100 reais! E outra coisa e tranquilo transitar de carro na Argentina ? OBRIGADO!!!!

    • Sobre a ponte, estando em 4 pessoas é mais tranquilo.

      Sobre a Argentina, desde que você não esteja usando uma camiseta do Brasil..rsss brincadeira.. é super tranquilo. Vá comer uma carne na Parrilla, se não for vegetariana, vai gostar. (sugestão de lugar: el quincho del tio querido).

  121. Thiago says:

    Com o dolar em alta vale a pena comprar em Real ou Dolar mesmo?
    Quero comprar um PS3 e alguns jogos (3 ou 4), se colocar os jogos dentro da caixa do PS3, eles vão abrir e conferir ??
    Eles costumam contabilizam jogos?

    • Acima de 500 dólares vale a pena comprar em dólar.
      Abaixo de 500 dólares eu compraria em real, porque a diferença de poucos reais compensa não precisar procurar casa de câmbio.

      Dificilmente vão conferir jogos dentro da caixa do ps3. Só se o agente entender de jogos (ao ponto de olhando pela caixa saber q não vem jogos de brinde), o que acho difícil. Só não exagere, uma coisa é ver 2 jogos dentro, outra é ver 15 jogos.

  122. Bruna says:

    Olá Carlos,

    Nossa, muito obrigada pelo seu site e qualidade de suas dicas.
    Me surgiram algumas dúvidas e eu creio que você pode me ajudar.
    Vamos para Foz e passaremos em Ciudad del Este dois dias, vou com a minha madrinha e ela tem uma pequena grande lista.

    1- Eu vou trazer um PS4 para meu namorado, pretendo declarar e pagar o imposto, posso pagar no débito do meu cartão ou tenho que levar o dinheiro do imposto?

    2- Vou comprar além dele um iPod, um 212 VIP, um micro SD, just dance 4 para Wii e possivelmente um HD externo, como eu faria para não pagar por esses itens? Já que eles vão se ater ao PS4.

    3- Já minha madrinha tem uma lista mais avantajada, são dois telefones com secretaria ( um para ela e um para a irmã, 50 dólares cada um), uma câmera, um gravador, uma caneta filmadora, uma filmadora, iPhone e um iPad mini ( que são os itens mais caros e eu indico que ela declare pelo menos eles). A mesma pergunta, como faria para passar pagando apenas pelo iPad? Temos a cota de 300 do marido
    dela tbm.

    Quais lojas vc nos indicaria para comprar esses itens? A Mega mesmo?

    • 1 – Você paga um boleto. Tem um banco do Brasil perto para pagar com dinheiro, mas caso queira ir em outro lugar para pagar, tranquilo. Só não se esqueça que o produto vai ficar retido até você pagar;

      2 – Nesse caso, fica difícil não pagar pelos itens “visíveis”. Talvez você pode arriscar dividindo-os em compartimentos menores de uma mochila e colocando os itens de uso pessoal no bolso;

      3 – os itens da sua madrinha não são tantos para 2 pessoas. Faça a mesma estratégia do item 2 ( mas agora com mais 2 mochilas, claro).

  123. Alex Amorim says:

    Otimo artigo carlos..
    Uma duvida vou a foz no inicio do ano que vem e pensei em comprar ps4 no paraguai. Neste caso o ideal seria pagar o imposto do que tentar nao pagar, correto? Sendo assim, o imposto seria calculado em cima do valor total do produto ou somente acima do valor excedente?

    Obrigado.

    • O imposto é calculado sobre o excedente de tudo o que você declarar que comprou. Se declarar apenas o ps4, e ele custar 700 dólares por exemplo, você vai pagar 200 dólares de imposto.

  124. Thais says:

    As vans que fazem o transporte dos hotéis também sempre são paradas? Qual o transporte que tem menos chance de ser parado na ponte .

  125. Octávio Bueno says:

    Carlos, muito obrigado pelas informações. Cara, pretendo comprar um PS4 lá. Ouvi falar que se vc tentar passar a ponte sem pagar o imposto (sem declarar) e for parado, terá que pagar 100% do seu valor, e se for declarar paga os 50% já falado por vc. Isso procede?
    Por fim, pelo que entendi, existe a possibilidade de me pegarem com um ps4 e só pedirem para cadastrar, é isso?

    Obrigado

    • Octávio, em tese poderiam pedir apenas para você cadastrar, mas a procura pelo ps4 no Paraguai está altíssima, então todo dia os agentes da receita param centenas de pessoas saindo com um ps4. Eles já sabem preço, formato da caixa, tudo de cor e salteado. Não vão deixar você apenas cadastrar um produto que estão careca de saber que custa pelo menos o dobro da cota.

      No ano que vem, talvez de Março em diante, o ps4 vai passar a ter vendas “normais”, saindo do foco da receita. Com isso talvez poderão apenas pedir para você cadastrar.

  126. osmarsiqueira says:

    Boa tarde Carlos beleza cara as suas dicas são ótimas valeu mesmo estarei indo ano q vem e gostaria de saber se vc poderia indicar uma loja pra airsoft porq achei a tudo livre meio caro vc conheceu alguma com preço menor? se conhecer me indica e se tiver site melhor ainda hobohohoho
    Obrigado um abraço meu velho!

  127. Icaro Muniz says:

    Fantástico o post. Praticamente esgotou minhas dúvidas.
    Quero comprar uma Câmera Fotográfica dessas grandes (DSLR). Já me convenci de que a melhor coisa a fazer é me desfazer da caixa lá e trazer pro Brasil. Se eu voltar de coletivo e só trouxer a câmera numa mochila e nem uma sacola é mais fácil ser identificado pela receita? (já que, pelo jeito, ninguém vai e volta sem comprar nada). Ou será que é melhor eu trazer ela na mochila e mais umas sacolas com outras besteirinhas?
    Obrigado, amigo. Ajudou muito.

  128. adaury oliveira simoes says:

    amigo, vc é fodaaaaaaaaaaa!!!!!!!! parabéns por tudo que vc respondeu , demonstrando uma capacidade de informação a altura de um SNI. parabéns

  129. Olá Carlos, como a maioria dos comentários, parabéns pelo blog. São ótimas suas informações do Paraguai.

    Queria aproveitar e ver se você me dar umas dicas.
    Vou para Ciudad del Este de avião, já que a passagem aérea estava mais barata do que ir para Foz. Fico 3 dias, inclusive hospedado num hotel da cidade. Você saberia me dizer:

    • Se eu consigo ir para as cataratas (tanto faz se o lado argentno ou brasileiro) saindo de Ciudad del Este

    • Um lugar bom para eu comprar um home theater ONKYO

    * Se eu consigo entrar no Brasil com um home theater e sua caixa gigantesca? O preço dele sai por volta de US$ 480. Uma alternativa seria tirar ele da caixa e dividir o receiver e caixas com a mala da minha patroa que vai também.

    • Uma loja boa para comprar computadores da Apple (Mini Mac ou um Powerbook)

    • Se existe outro lugar em Ciudad del Este, além da Monalisa, para comprar um panela Le Creuset? E será que eu consigo achar o preço desta panela?

    Acho que é isso. Já peguei várias dicas suas como os HDs baratos na Alborada.
    Abraços,

    Guilherme

    • 1 – o táxi vai te levar para qualquer lugar, por isso, é tranquilo sair de ciudad del este e ir para as cataratas;

      2 – se você vai para ciudad del este de avião, sua cota aumenta para 500 dólares, logo levando em consideração que você vai trazer apenas um home, pode trazer ele na caixa tranquilo e sem medo;

      3 – computadores? master10, alborada, naveshop. Mas vá na megaeletronicos também e compare o preço das 4 lojas.

  130. Brenda Aguiar says:

    Carlos, estarei indo agora, em janeiro, gostaria de saber se compensa trazer roupas e acessórios do Paraguai, obrigada.

  131. Alvaro says:

    Ei Carlos. Eu quero ir ao Paraguay pra comprar uns suplementos alimentares :whey, vitaminas, etc. Vc tem alguma dica pra mim?

  132. Olá Carlos, Primeiramente Parabéns pelo blog. Excelentes dicas. Tenho duas situações:
    1) Fui uma vez no ano passado para o Paraguai e comprei alguns equipamentos para estudio de áudio, como microfone (600 dolares), 02 caixas de som (300 dolares cada), equializador (400 dolares), 03 fones de ouvido (100 dolares cada) e não fui parado nem na alfândega da ponte da amizade nem no aeroporto. Será que foi sorte? Ou será que foi pelo fato de não ter o intuito de comercializar os produtos?
    2) Vou novamente ao Paraguai para comprar uma câmera fotográfica (1500 dolares), 03 lentes, alguns acessórios pequenos e um tripé (grande). Estou pensando em levar uma nota fiscal (de um amigo) de uma camera igual ao modelo que irei comprar para caso me pararem apresentar como se estivesse levado do Brasil. Dá certo? Terei problemas com estes produtos que irei comprar? Quais são as dicas? Vai eu e mais 02 pessoas. (Vou de avião e ficarei em Foz).

    • Icaro, de certa forma foi sorte, gostamos de dizer que temos 50% de chances de ser parado. E se você for parado, tem chances para ambos os lados, tanto de ser tarifado como de ser ignorado. Tudo depende do agente. Se ele cumprir a lei à risca (geralmente os novatos são mais empolgados), você seria tarifado, mas pensa num cara que está ali há 10 anos fazendo isso.. ele quer pegar sacoleiro, quer sair na mídia, no site da receita, etc.. porque apreendeu cargas grandes. Você e eu somos apenas turistas. Mas não podemos confiar cegamente nisso. Se a lei for cumprida à risca, você será tarifado.

      Na sua segunda ida, as chances são as mesmas.

  133. Katia Figueiredo says:

    Olá Carlos, parabéns pelo Blog!!!
    Vou para Foz em fevereiro e vou dar uma passada no Paraguai. Minha intenção é comprar apenas perfumes, para uso pessoal, não pretendo exceder os U$300,00. Tenho que tirá-los da caixa? Tem como não ser

  134. Fabiola Neves says:

    Sensacional suas dicas. Muito preciosas.
    Fiquei preocupada com uma coisa: vou realizar uma viagem de 15 dias para o Sul, de carro, com meu marido e dois adolescentes. Estava querendo levar notbook, câmera fotográfica semi profissional, 2 ipods, 4 celulares, DVD com duas telas para caronas… essas coisinhas de viagem.
    Nada mais tenho nota fiscal.
    Lá no Paraguai quero comprar apenas um Iphone 5 e uma máquina fotográfica a prova dágua só pra tirar fotos das Cataratas.
    A Receita pode achar que comprei tudinho que eu já tinha lá no Paraguai, né?
    Fabíola Lima

    • Fabíola, caso você não tenha nota fiscal ou dba, é possível (mas não provável) que confisquem algo. Mas geralmente usam o bom senso. Se tem 4 pessoas no carro, é normal ter essa quantidade de eletrônicos por pessoa, ainda mais que provavelmente os itens já vão estar um pouco gastos.

      Agora se fosse toda essa quantidade de eletrônicos para apenas uma pessoa, poderiam pegar mais pesado.

  135. Diego says:

    Ola Carlos, estou indo para foz em janeiro e irei fazer umas compras no paraguai, o mais caro que vou comrpar é um ps4 minha duvida é em relação a Aduana, estava com a ideia de levar minha caixa do ps3 e colocar o ps4 nele e declarar ele como se fosse um ps3, na ponte eles abrem as caixas antes de carimbar a dba???

    • Vendo a caixa do ps3, podem pedir apenas para você cadastrar. Eles não carimbam dba para o que “acreditam” estar abaixo da cota. Mas se começarem a ver muita gente fazendo isso, podem pedir para abrir a caixa, etc… se tiver apenas um ps4, você deve passar. Se tiver ps4, alguns jogos e mais outros eletrônicos, aí você terá problemas, vão querer tarifar tudo.

  136. Allan Hewitte says:

    Vou ao Paraguai e gostaria de comprar um controle novo para o meu Wii. Que loja você me recomenda? Posso pagar em real mesmo o preço estando em dólar?

    • Tem a Playgames é uma boa loja. Lá na galeria Jebai você vai achar boas lojas de games. Sobre o preço, se for comprar pouco, pague em real mesmo, as lojas fazem a conversão. Você vai perder uns 2 ou 3 reais para cada 200 ou 300 reais comprados, mas não vai precisar fazer câmbio em Foz.

  137. Luriro says:

    Carlos,
    Otimo blog parabens..
    duvdias;
    Se eu for buscar somente o Ps4 na caixa sera que vou ter problema? provavelmente vou de carro ate foz.. ou ate de excursao, to decidindo ainda.
    outra duvida, vc tem alguma recomendacao de loja de joias ? tipo anel, brinco etc ?
    obrigado, abracos

    • Pode ter problemas. O ps4 está muito visado, e todo mundo sabe o preço dele no Paraguai. Vendo ele na caixa, aí terão certeza absoluta que você excedeu a cota. Mas podem relevar por ser apenas 1. Vai do critério do agente.

  138. Boa noite queria tirar uma dúvida sua 30 de janeiro vou para foz com minha namorada e vamos passar no PY ela quer comprar maquiagem bem pouca é um HD externo e eu quero comprar um ps4 e 2 jogos, o ps4 esta 700 dólares hj no PY, o vídeo game é pequeno pensei em colocar no compartimento de notebook da minha mochila e minha namorada leva os cabos e controle na mochila dela, isso para passar na ponte agora no aeroporto não sei como será mais fácil de passar por eles será que só o aparelho eles vão implicar no raiox ? Não vamos levar nada de valor e vamos levar poucas roupas vamos nos pontos turísticos por 3 dias e depois no PY comprar o ps4 e maquiagem e vamos embora, me ajuda me orientando da melhor forma muito obrigado

    • Fernando, se você fizer tudo isso, dificilmente vai perder seu ps4. Nesse ponto, você é parecido comigo, precavido ao extremo. Agora se virem 2 eletrônicos idênticos, aí o sinal amarelo é acionado! rssss por isso nada de trazer videogame pros amigos. Compre apenas o seu.

  139. Lenon says:

    muito boas suas dicas, estarei indo pela primeira vez suas dicas serão boas.
    como você conhece muita coisa la não saberia uma loja que possa compra relógios.

    • Se o parâmetro é apenas “confiança”, iria de Monalisa. Mas não gosto dos preços de lá, são um pouco acima do mercado.

      Agora se você conhece bem a diferença de relógio original e alternativo, não vai ter dificuldades de encontrar o que procura. Todas as galerias possuem várias lojas de relógios.

  140. Alexandre says:

    Carlos alguma dica em relação a comprar materiais de construção, como lâmpadas, torneiras, etc? Os fiscais da RF também são exigentes com este tipo de produto? Deve-se tirar tudo da caixa ou não faz sentido? PARABÉNS pelo blog.

  141. Amanda says:

    Eu tenho 12 anos e vou para o Paraguai com minha tias, minha avo , minha irmã e primos , mais quero comprar umas coisas lá , no meu caso qual seria o valor da minha cota ?

  142. Braian says:

    Carlos,
    Vou viajar para Foz esse mês e queria trazer um Macbook (na faixa de uns $1800). Sei que corre o risco de ser parado, mais a questão é a seguinte: Digamos que eu passe pela aduana, mais no aeroporto eles me parem, eu vou perder o produto? Ainda tenho chances de pagar os 50% e ser liberado?
    Parabéns pelo blog!! :)

    • Braian, se tomarem no aeroporto, vai ficar retido na Receita.

      Uma possibilidade é você procurar a receita, pagar o imposto e retirar o produto, mas você não vai conseguir fazer isso no aeroporto. Vai pegar o vôo, chegar em casa sem o produto e depois correr atrás.

      • Braian says:

        Aí não dá né. Só pra ter dor de cabeça :(. O jeito é esperar algum conhecido vir dos EUA que aí é mais tranquilo (penso eu). Obrigado!

  143. ROBSON SOARES says:

    Prezado Carlos,quero comprar um projetor de 1300 dólares! a loja não consegue emitir nota fiscal com valor mais baixo? você conhece a loja de eletrônicos BESS?

    • Mesmo se a loja emitir que te vendeu por 300 dólares, a receita possui tabela de preços, logo vão tarifar a partir da tabela que ela possui, ao invés da nota.

      Sobre a loja, é conhecida. Não tenho do que reclamar.

  144. ROBSON SOARES says:

    É aconselhável levar dólares em espécie ou o Real ,ou levar um cartão tipo aqueles vendidos nas lojas de câmbio? onde recarrega em Real e utiliza em dólares lá?

  145. Zack says:

    Será que se eu fizer esse esquema de jogar a caixa fora e colocar num case eu passo com um videogame portátil tipo 3ds e poder comprar os $300? Parabéns pelo blog!

  146. Jéssica says:

    Oi, esse foi um dos melhores texto que li sobre compras no Paraguai.
    Mas ainda tenho duvidas rsrs, vou viajar de onibus de Curitiba a Ciudade del Este, o onibus vai parar na rodoviaria de la, vc sabe me dizer como vou sair da rodoviaria pra chegar até os shoppings, ou sera que o motorista deixa desembarcar por entre a cidade? Ou seria melhor ir de onibus até Foz pra depois atravessar a fronteira de outro jeito? Agradeço desde ja! :)

    • Nunca fui na rodoviária, mas é quase certo que de lá deve ter alguma linha de coletivo passando direto para o Paraguai. Se não tiver, é só se orientar, pegando outro busão até o centro, e de lá outro para o Paraguai.

      Pra você que é de Curitiba, não vai passar aperto, Foz é pelo menos umas 7 vezes menor que a sua cidade.

  147. Rafael says:

    Carlos vê se pode me ajudar com essa duvida.
    Estou indo a Foz com minha esposa e meu filho de 5Anos.
    Vou comprar um Tablet no PY para o meu filho, a receita solicite o cadastramento sera que consigo cadastrar esse Tablet na cota do meu filho ?

  148. Victor Reichardt says:

    Carlos, sou praticante de AirSoft e as armas estão muito baratas em relação ao Brasil, gostaria de trazer uma ou duas, preço médio de US$95. Como devo proceder, creio que seja complicado pois mesmo de “mentira” são armas.

    • Se no Paraguai estiver compensando, compre 1, vá até a receita e cadastre, se possível force eles a tirarem a DBA (este produto deve custar menos de 300 dólares, por isso vão ficar com preguiça de tirar DBA). Porque se você for parado na estrada, tem como provar que comprou no Paraguai legalizado. Se for trazer mais, faça a mesma coisa. Cadastre, pegue DBA, pague imposto, etc… mas não volte com isso sem estar legalizado.

      Agora voltar com isso sem DBA, e sem nota, é pedir pra no mínimo tomar chá de cadeira na estrada (ou no aeroporto).

  149. Horacio says:

    Boa tarde, gostaria de saber se existe correios em Foz e o que acha de se conseguir passar pela ponte, enviar pelos correios.

  150. cesar says:

    Prezado…. é possivel voltar para foz de coletivo ? os coletivos são parados na aduana e fiscalizam os passageiros ??

  151. Rafael says:

    Olá Carlos. Meus parabéns pelo post.

    Tenho uma dúvida:
    Pretendo ir para o Paraguai na próxima terça e comprar uma câmera fotográfica de 2 Mil dólares.
    Qual seria a melhor maneira de sair do país? Retiro-a da caixa e a apresento à Aduana dizendo que será para uso pessoal? – Esse argumento a retira da cota de U$ 300? Ou finjo que a mesma já era minha quando entrei no país (também retirando-a da caixa e inserindo um cartão com fotos antigas)? Ou uma terceira opção: Sair com ela na mochila por ônibus local. ?

    Após a compra darei continuidade à minha viagem na Argentina. Acha que terei problema ao entrar com a câmera no país?

    Parabéns novamente.

    Abs.

    • Rafael Fiuza says:

      Xará Rafael, eu tinha essa dúvida enorme quando quis comprar uma câmera pra mim tb. Não foi tão cara quanto a sua (nem perto), mas foi uma câmera grande de valor acima da cota: NIKON D5200 – em torno de US$ 600. Como eu fiz, comprei, joguei a caixa fora (fiquei apenas com carregador, cabos, etc), comprei uma bag que a coubesse e tirei algumas fotos por lá pra despistar. Na volta (fui e voltei de ônibus urbano), ao passar pela aduana, sempre sobe um fiscal e olha as sacolas das pessoas, mas é uma olhada tão artificial, só por cima, que com a bolsa pendurada no pescoço e umas 2 sacolinhas de bugigangas, ele nem sequer olhou a bolsa, apenas as sacolas, e bem rápido mesmo! No aeroporto a mesma coisa, passei com a bolsa da câmera no pescoço e não fui pedido pra mostrá-la. Como o colega Carlos aqui já falou, e eu pude perceber, eles estão lá pra prender ladrões e traficantes. Turismo só com muito exagero! Abraços.

  152. Debora says:

    Carlos, boa tarde!! Parabéns pelo ótimo post, me ajudou bastante. Não sei se você saberá me ajudar nessa questão…
    Estou indo para Argentina em abril para fazer um curso e antes vou dar uma passadinha pelo Paraguai. A idéia é comprar um notebook antes e alguns apetrechos de informatica. A dúvida é se eu comprar esses artigos no Paraguai eu pago alguma taxa para entrar na Argentina com eles ou só quando eu voltar para o Brasil?
    Parabéns e muito obrigada já te antemão!!!

    • Levando em consideração que você vai entrar no Paraguai por uma fronteira da Argentina (como Formosa por ex), o risco é um pouco menor, porque a fiscalização não é tão pesada como em Foz.

  153. eduardo Leal says:

    Carlos, quero trazer um ps4 e um ps vita, e alguns jogos isso daria em torno de uns 800 dollares, como eu consigo passar por eles, sem pagar imposto, obs:eu to em campo grande-ms

    • Eduardo.. na boa, essa compra ultrapassará facilmente 800 dólares. O preço mais barato do ps4 hoje é 579 dólares, psvita provavelmente uns 200 dólares, e cada jogo entre 30 e 60 dólares.

      Sobre passar, depende. Na caixa, corre riscos, fora da caixa, riscos menores.

  154. MARCIO says:

    OLA A TODOS

    SE EU FOR NO PARAGUAI E BUSCAR UM PS4 E NA PONTE PEDIR APENAS PARA CADASTRAR EU PODEREI IR EMBORA TRANQUILAMENTE SEM TER MEDO DE PERDER MEU PRODUTO ??

  155. Rafael Fiuza says:

    Caro Carlos, gostaria de parabenizá-lo pelo blog! Segui todas as suas dicas e fiz excelentes compras no Paraguai semana passada em minha lua-de-mel em Foz. Mesmo comprando produtos caros e ultrapassando a cota, consegui passar sem problemas algum, tanto pela aduana, como no aeroporto, já que meus itens foram vistos como itens pessoais. Muito obrigado pelas dicas! Abraços e boas festas!

  156. juliana natulini says:

    olá carlos estou indo pro PY sabado ,eu meu marido e meus dois cunhados,pretendo trazer de lá 4 azeamerica com duas antenas cada um,será que vai me dar problema mesmo não saindo da cota e sendo um recptor pra cada pessoa

  157. Daniela says:

    olá, Adorei. Um dos melhores que ja fui. Pretendo ir para Foz e depois fazer meu enxoval no Paraguai, vamos de carro, minhas duvidas são: Irei levar 02 tablets e o meu celular galaxy, esta na cara que são usados, mesmo assim preciso enviar a NF deles? Tem alguma loja especifica de loja e bebe para que eu possa comprar as roupinhas? A Receita parando tem como eu falar que pertence a minha cota e do meu esposo, porém todas as roupinhas serão de bb e estarão numa unica sacola. Na atual situação de hoje do dolar, devo comprar dolar aki em sp e levar ou levar reais mesmo?Muito obrigada.

    • Sobre os tablets – Se possuir nota, leve sem pensar. Sem nota, se estiver bem gasto dificilmente tomam, mas suponhamos que você comprou mais alguns eletrônicos do Paraguai. Com a nota dos tablets, você tira qualquer hipótese do fiscal pensar que você está enganando-o. Sem a nota você coloca dúvidas, e nesse caso critérios podem variar de pessoa para pessoa;

      Sobre a receita parar – não exagerando nas roupas, não haverá problemas, porque a receita foca muito mais em eletrônicos;

      Sobre o dólar – poucos dias antes de ir, recomendo entrar nos sites de lojas do Paraguai para ver quanto está o câmbio (geralmente fica no topo do site). Se estiver mais de 10 centavos mais caro, compre em sp. Caso contrário, leve em reais.

  158. ricardo nascimento says:

    Boa tarde amigo ,parabéns pelo blog , se eu ultrapassar a cota é só pagar o que que passou e pronto ?,posso efetuar pagamentos com cartão de credito lá ?

  159. Anna Beatriz says:

    Olá carlos estou indo para o paraguai no inicio do ano que vem e queria saber qual é a loja confiavel para comprar um Ipad .

  160. Leonardo says:

    olá, irei a paraguay esta quinta feira, e preciso saber se terá algum problema em trazer uma go pro hero 3 com caixa e tudo, essa custa 400 dolares, mas vem em uma caixa pequena.. estou com receio, queria saber disso.. também q hotel vc me indica em foz para ficar com a familia e fazer um tour pelos ponto turisticos? obrigado e ótimo blog ;)

    • Cara, 400 dólares é uma compra baixa. Se for apenas essa compra, provavelmente não vão cobrar imposto.

      Sobre Hotel.. se quiser um com bom custo vs benefício eu recomendo o San Rafael no centrão. Mas se estiver podendo gastar, na avenida das cataratas tem uns 4 ou 5 fantásticos, inclusive com parque aquático.

  161. Anna Beatriz says:

    Quero comprar um ipad MINI na loja master 10 é confiavel comprar nessa loja ?
    Quanto é ?

  162. Matilde says:

    Olá,super dicas para os iniciantes,parabéns.Carlos pra ser sincera perdi o pic para ir ao Paraguai pois trabalho com perfumes importados e sabemos que as marcas mais procuradas é claro que sao as mais caras.Moro no interior do estado de Sao Paulo,sao 9 horas de viagem,24 pedágios,3 tanques de combustível,alimentaçao e hotel pra poder trazer somente uma cota na margem de 600.00 reais????É de desanimar qualquer um.Depois chego na minha cidade as pessoas acham que eu pago na margem de 60.00 reais nos vidros grandes de perfumes tipo Carolina Herrera,Paco Rabanne,Dolce Gabbana.Vai uma dica ai pessoal,se o foco de voces é ”marca em todos os artigos”‘ai a coisa pega,só tragam se voces moram perto e o gasto da viagem for minimo,no meu caso nao está compensando a viagem,pois perfumes de marcas sao caros,nao vao achando que vao chegar lá com 600.00 reais e fazer a festa em MARCA,os preços sao mais baratos sim tanto que eu trago pra revenda,mas nao é aquilo que lá atrás eu achava que era,basta darem uma olhada nos sites que o Carlos passou,tipo o da site da CHARME PERFUMARIA e o da ELEGANCIA,também gosto da MACEDONIA e da LAPESTIQUERA,as duas últimas tem site também,mas nao com preços(nao se esquecendo que os preços que estao no site sao em dolares)ve os preços dos dos 3 tamanhos de vidros nao se esquecendo de darem uma olhadinha nas marcas Chanel,Carolina Herrera,Thierry Mughler,Calvin Klein etc.
    Do contrário,quem quer coisas tipo brinquedos,maquiagem,cobertores,lingerie(sem ser de marca,ok?) e mora perto,ai sim compensa.
    Há,até hoje dei sorte,nunca fui parada e sempre me arrisquei(algo que eu nao indico,ok?),mas o dia que pararem,ai meu Deus,rsrs,pois nao consigo ter um gasto desses e trazer só 300 dólares,que jeito se um chanel n-5 eu de parfan 100ml sai de custo pra mim 240.00 reais,acho que o povo nao tem noçao mesmo.
    Do mais,muitíssimo obrigada pelas dicas,pois tinha coisas que eu também nao sabia.

  163. Anna Beatriz says:

    As lojas Master10 e megaeletronicos ficam em qual shopping ?
    Parabens pelo blog

  164. Camila says:

    Carlos, adorei o blog, me retirou várias dúvidas.

    Mas tem uma questão em especial.
    Meu namorado quer comprar um Skate Elétrico no Paraguay, aqueles estilo of road. Vimos que no site do Xoppi.com de produtos no Paraguai um skate elétrico sai por 500 dólares, aproximadamente. Seremos parados? Teremos que pagar imposto em cima disso? Provavelmente atravessaremos a ponte a pé ou de van do hotel.

  165. MARCIO says:

    Ola carlos mais uma pergunta eu irei pra foz do iguaçu de aviao e fazer compras no paraguai, porem como eu estou fazendo uma viagem aerea minha cota passa a ser de U$$ 500 ??

    • Márcio, a cota passa a ser de $ 500 apenas se você fizer uma viagem internacional, ou seja, se o avião pousar lá no Paraguai. Como você vai atravessar a fronteira via terrestre, a conta se mantém $ 300

  166. Eduardo Braga says:

    Carlos, parabéns, este blog é o trabalho mais esclarecedor que existe sobre compras no Paraguai.

    Vou viajar para Foz no fim de janeiro e pretendo comprar uma Guitarra Fender na Music Store Paraguai (http://www.musicstorepy.com).

    A questão é que a guita custa U$ 2.100,00 (aqui no Brasil é R$ 10.000,00).
    A melhor maneira seria ser cadastrado na ponte e pagar os 50% sobre o excedente da cota? Se for assim o valor ficará bem alto e não sei se compensará.

    Como existem vários, vários modelos de Guitarra Fender, pensei em comprar essa lá (Fender American Deluxe) e pedir ao vendedor para me dar uma nota de uma Fender American Special que custa em torno de U$ 1.000,00. Para quem não é músico especialista é muito difícil diferenciar as duas. Daí eu pagaria algo em torno de U$ 350,00 de imposto, o que é bem mais viável. O que acha amigo?

    • Provavelmente o fiscal vai te perguntar quanto custou, e provavelmente você vai responder 300 e poucos dólares, e apenas cadastrar. Nesse caso é difícil te tomarem, a não ser que você dê muito azar de pegar um fiscal que entenda bem de guitarras.

      obs: estou considerando que o único item que estará na sua cota é a guitarra.

      • Eduardo Braga says:

        Carlos, comprarei apenas a Guitarra mesmo.

        Na hora de cadastrar eles só pedem a nota fiscal para conferir o valor se desconfiarem de alguma coisa então?

        Se for apenas cadastrado na ponte, na alfândega terei que repetir que fui cadastrado e que custou 300 e poucos dólares, certo?

  167. MARCIO says:

    Ola mais uma vez só uma dúvida vamos supor que eu vá declarar para pagar o imposto somente de um produto cujo valor seja de uns 500/600 dólares , mas ao chegar na ponte e sendo sincero com o fiscal com o valor do meu produto e ele pedir para cadastrar , mas não querer me cobrar os impostos devidos , nessa situação eu poderei trazer o aparelho e não me preocupar com as fiscalizações de aeroportos ???

  168. fernando says:

    Ola Rafael,
    Estou pensando em viajar para conhecer as Cataratas do Iguaçu. E provavelmente conheça também um pouco as lojas no Paraguai. Se eu precisar de um carro para alugar no Páraguai para quem vai andar bastante. Vc acha que vale a pena? Eu estou apé. Posso atravessar a fronteira novamente para ir para o Hotel de depois voltar…?
    Obrigado,

  169. Katia Figueiredo says:

    Olá! os restaurantes em Puerto Iguaçu, aceitam Real?

  170. Velho, mas que post fantástico, gostei demais…foi o melhor e mais instrutivo que vi sobre o assunto meu vc tá de parabéns…

  171. Luis Paulo says:

    Caros,

    Ótimo post, parabéns…

    Gostaria de sugestões de lojas para compra de notebook, equipamentos para longboard, capacetes para moto, camera GoPro.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s